Por que o piloto e copiloto comem alimentos diferentes?

A aeronave é considerada o veículo mais seguro e, em grande medida, isso se deve ao procedimento estritamente regulamentado durante o processo de voo. Além disso, o cumprimento estrito das normas se estende aos menores detalhes.

Por exemplo, trata-se das regras que regem a ingestão de alimentos dos pilotos: o piloto e copiloto tem comidas diferentes para o voo.

Como isso pode ser explicado?

A questão da comida

O piloto e copiloto comem diferentes tipos de alimentos durante o voo. E isso também tem sua própria explicação racional, o que leva muitas companhias aéreas a seguir esse princípio.

Há cerca de 30 anos, durante um voo Boston-Lisboa, os dois pilotos passaram por um constrangimento desagradável – eles foram alimentados por produtos de baixa qualidade que estavam a bordo da aeronave.

A saúde e condição deles começou a se deteriorar drasticamente, por isso o vôo teve que ser interrompido devido ao estado crítico da tripulação – os pilotos simplesmente não conseguiam exercer o controle adequado do avião.

Foi depois dessa emergência que as companhias aéreas começaram a colocar em prática diferentes tipos de alimentos para o piloto e o copiloto.

Se um for envenenado ou se sentir incapaz de pilotar o avião devido à comida de má qualidade, o outro poderá substituí-lo.

Tudo isso para manter a total segurança dos passageiros. Você nunca sabe que tipo de emergência pode acontecer em grandes altitudes, então você deve regular as regras de ordem para todos os descuidos possíveis.