Atriz de ‘Doutor Estranho’ é considerada culpada de crimes sexuais

por: Handreza Hayran

A atriz de Doutor Estranho, Zara Phythian, e seu marido foram considerados culpados de uma série de acusações de abuso sexual infantil depois de abusarem em conjunto de uma adolescente.

Phythian, 37, que também dirige uma academia de artes marciais, foi considerada culpada de 14 acusações de atividade sexual com uma criança cometidas entre 2005 e 2008, quando a vítima era adolescente.

Seu marido, Victor Marke, de 59 anos, também foi condenado no Nottingham Crown Court pelos mesmos 14 crimes e acusações de agressão indecente relacionadas a outra menor de idade que ele abusou em pelo menos oito ocasiões entre 2002 e 2003.

O advogado de Phythian pediu ao juiz que permitisse sua fiança até a sentença para permitir que ela ‘resolva’ questões não especificadas.

No entanto, ela foi posteriormente negada a fiança, pois sua sentença por crimes sexuais com crianças foi adiada até segunda-feira da próxima semana.

No mês passado, o casal foi acusado de aliciamento e abuso sexual repetidamente da menina de 13 anos.

A mulher que acusa o casal disse que admirava Phythian – que, na época, estava com Marke, mas ainda não era casada com ele – e que foi abusada sexualmente pelo casal entre 13 e 15 anos.

A mulher, que não pode ser identificada por razões legais, também alegou que foi ‘treinada’ por Phythian para melhorar o sexo, estimando que ela fez sexo com Marke cerca de 20 vezes.

Confira Também