Eu Matei Meu Pai: Onde está a psicóloga forense Dra. Kathryn Lawing?

Handreza Hayran
3 Minutos de Leitura
Dra. Kathryn Lawing

A morte a tiros de Burt Templet nas mãos de seu filho adolescente, Anthony, surpreendeu o estado de Louisiana em 2019.

O jovem alegou que seu pai o atacou, então ele atirou em legítima defesa. ‘Eu Matei Meu Pai‘ da Netflix se concentra no caso de Anthony e investiga sua infância. 

Foi alegado que Burt colocou Anthony em anos de abuso depois de sequestrá-lo de sua mãe. 

A Dra. Kathryn Lawing, uma psicóloga clínica e forense, foi convocada pela defesa para avaliar Anthony. Então, se você está curioso para saber mais, aqui está o que sabemos.

Quem é a Dra. Kathryn Lawing?

Uma vez que Anthony foi preso, ele contou à polícia sobre não se dar bem com seu pai e como ele foi submetido a anos de abuso e negligência. No entanto, na época, a promotoria sentiu que não havia provas porque não existiam relatórios policiais ou médicos que apontassem para tal abuso. 

Assim, o advogado de Anthony, Jarrett Ambeau, contratou a Dra. Kathryn Lawing para realizar a avaliação psicológica de Anthony para mostrar que o abuso ocorreu.

No programa, Kathryn disse que pretendia entender o estado mental de Anthony no período que antecedeu o tiroteio.

Através de suas entrevistas, ela descobriu que Anthony foi espancado repetidamente e estava sempre no limite por causa do comportamento imprevisível de seu pai.

Kathryn também percebeu que Burt foi afetado por sua então esposa, Susan Templet que o deixou.

De acordo com a série, Burt começou a beber mais, e isso causou mais atrito entre ele e Anthony.

Kathryn também falou sobre como Anthony estava isolado do resto do mundo; ele não tinha permissão para ter amigos e nunca recebeu nenhum cuidado médico.

No programa, ela mencionou como Burt sempre tinha uma arma carregada ao seu redor nos dias que antecederam o tiroteio.

Anthony, na época, estava com medo de que seu pai atirasse nele.

Onde está a Dra. Kathryn Lawing hoje?

No programa, Kathryn mencionou que Anthony sentiu que não tinha outra opção a não ser atirar em Burt. 

Isso porque ele viu isso como a única maneira de acabar com o abuso com o qual lidou. 

Sua avaliação revelou que Anthony era sincero sobre o que disse e tinha todos os marcadores psicológicos de abuso. 

Em última análise, sua avaliação desempenhou um papel significativo em ajudar Anthony a evitar a prisão.

Atualmente, Kathryn divide seu tempo entre Colorado e Louisiana, onde trabalha. 

A psicóloga é muito procurada como especialista no assunto, e sua vasta experiência envolve abordagens baseadas em pesquisa para avaliação clínica, tratamento de ansiedade e TOC e psicologia forense. 

Além disso, Kathryn é professora adjunta do Centro de Ciências da Saúde da Louisiana State University e já trabalhou em clínicas de saúde comunitárias locais.

Compartilhe este Post
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.