Filho de um bilionário matou uma mulher com seu carro a mais de 160 km/h

Handreza Hayran
3 Minutos de Leitura

Brendan Khuri, filho de um empresário bilionário nos Estados Unidos, foi salvo da prisão depois de causar um acidente de carro em fevereiro de 2020, no qual uma mulher de 32 anos morreu.

A juíza do Juizado de Menores, Sabina A. Helton, decidiu que o jovem, menor de idade quando ocorreu o acidente, é culpado do homicídio veicular contra Monique Muñoz e o condenou a 9 meses de prisão em um centro para menores.

A CBS News observou que o incidente ocorreu em 17 de fevereiro de 2020, quando o adolescente estava ao volante de um Lamborghini SUV em que viajava para o leste no Olympic Boulevard (Los Angeles), quando colidiu com um carro que se voltava para à esquerda na Overland Avenue.

Muñoz, 32, estava voltando do trabalho para casa e morreu após o impacto dos veículos. Os investigadores da polícia de Los Angeles determinaram que o Lamborghini estava indo a mais de 160 quilômetros por hora no momento da colisão.

Parentes e amigos da vítima exigiram que o jovem fosse acusado como adulto. A família de Muñoz argumentou que o adolescente estava recebendo tratamento especial porque sua família é rica e bem relacionada.

Eles também alegaram que as acusações não foram feitas rapidamente contra o adolescente – o caso foi aberto em abril – devido à influência de seu pai, James Khuri, descrito pela Forbes como um bilionário que possui várias imobiliárias, empresas de manufatura e uma trading negócios eletrônicos.

Condenação

Se tivesse sido julgado como adulto, o motorista da Lamborghini teria sido condenado a seis anos de prisão. A sentença do juiz Helton, porém, é a mais severa que pode ser proferida a um menor pelo ato cometido.

Depois de mais de um ano, o filho do magnata foi condenado a passar de 7 a 9 meses em um acampamento de jovens para menores de 18 anos. O fato foi questionado pela família da vítima, que indicou que o adolescente recebeu tratamento especial por ser parente de uma pessoa poderosa nos Estados Unidos.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.