Lori Vallow: a mãe que matou seus filhos porque acreditava que eram zumbis

Handreza Hayran
9 Minutos de Leitura
Lori Vallow

Lori Vallow parecia tudo menos uma assassina. Quando sua história finalmente saiu, ela já estava envolvida em vários crimes. Incluindo os de seus dois filhos menores.

A Netflix não deixou o caso para trás e em 14 de setembro, um mês antes do julgamento contra Lori, que começará em 11 de outubro, transmitiu a série documental sobre essa história em três capítulos: ‘Os Crimes da Nossa Mãe’.

Tanto Lori Vallow quanto seu quinto marido Chad Daybell foram acusados, em junho de 2021, pelos assassinatos de Tylee Ryan, 17, e Joshua JJ Vallow, 7, ocorridos em 2019.

Mas eles não são as únicas mortes sob investigação. Nesse mesmo ano houve outros: o do ex-quarto marido de Lori e o de seu irmão e o da ex-mulher de Chad.

Os promotores pedirão para eles (Chad será julgado depois de Lori, em janeiro de 2023) a pena de morte porque consideram que foram atos maliciosos e com fins lucrativos.

A acusação alega que Lori Vallow exibiu “um total desrespeito pela vida humana” e “exibiu uma propensão a cometer assassinatos que podem constituir uma ameaça contínua à sociedade”.

Quem é Lori Vallow?

Seu nome é Lori Cox, ela nasceu em 26 de junho de 1973 em San Bernardino,  na Califórnia, Estados Unidos. 

Lá ela cresceu com seu irmão Alexander e sua irmã Summer. Todos eram muito próximos. Desde que terminou a escola, Lori é cabeleireira. 

Lori teve cinco casamentos; seu primeiro marido foi Nelson Yanes; Guilherme Lagioia, o segundo, Joseph Ryan, Charles Vallow e Chad Daybell, os últimos. Esses três são os que protagonizaram, junto com ela, essa história macabra.

Ryan era o pai de seus dois filhos , Colby e Tylee, que nasceu em 2002. Ele adotou seu terceiro filho em 2014 com Charles Vallow. O bebê, Joshua “JJ” , tinha 2 anos, era sobrinho-neto do marido e tinha autismo.

Com a criança e Tylee, o casal morou no Havaí por dois anos. No entanto, em 2016, depois de fracassar no negócio que haviam iniciado, a família voltou para casa no Arizona.

Dois anos depois, Lori sofreu o primeiro golpe fatal. O pai de seus filhos mais velhos morreu repentinamente . Foi um ataque cardíaco, disseram. Essa foi a primeira de várias mortes que cercaram sua vida a partir daquele momento.

Lori ingressa numa organização cristã

Enquanto ainda estava em um relacionamento com Vallow, a vida de Lori começou a mudar. O momento chave foi quando ingressou na Preparando Um Povo, uma organização cuja missão é ajudar as pessoas a se prepararem para a segunda vinda de Cristo.

Lá ela conheceu Chad Daybell. Juntos prepararam os podcasts do grupo. A atração foi imediata. Não demorou muito para os dois começarem um relacionamento.

Daybell era um escritor. Em sua editora, a Spring Creek Book Company, publicou mais de vinte livros. Eles são todos sobre experiências de quase morte. Lori se declarou ultra fanática por suas histórias.

O homem estava casado com Tammy há quase 30 anos . Pais de cinco filhos, moraram juntos em Springville, Utah, e depois, em 2015, mudaram-se para Salem, cidade de Idaho, onde ela trabalhava como bibliotecária.

Mas enquanto o vínculo com seu parceiro se fortaleceu, o casamento com Charles mergulhou em crise. Lori estava diferente, ela havia mudado. Ela disse que teve visões, que os anjos cuidaram dela. O fanatismo tomou conta dela.

Charlles (o 1º marido) pediu o divórcio

Depois de várias separações -e reconciliações posteriores-, Charlles finalmente decidiu pedir o divórcio. Era fevereiro de 2019 e a situação do casal estava se tornando mais difícil a cada dia. Em seguida, foi revelado à mídia que Lori havia dito ao marido que o mataria se ele interferisse em seu destino divino.

Charlles foi morto a tiros pelo irmão de Lori

A tarde de 11 de julho parecia apenas mais uma tarde. A família estava reunida, como sempre. No entanto, a reunião terminaria da pior maneira. Após uma suposta discussão com Alexandre, o irmão de Lori, Charles, foi morto a tiros.

A versão oficial do Cox era que Vallow havia atingido seu cunhado com um taco de beisebol de maneira violenta, para que ele não tivesse escolha a não ser se defender com os tiros.

Em agosto,  Lori mudou sua família para Rexburg, Idaho.

Tammy Daybell (esposa de Chad) morreu

Apenas algumas semanas depois, em 19 de outubro, Tammy Daybell morreu. Para os pesquisadores foi “morte natural”; para sua família e amigos, algo absolutamente inexplicável. Ele tinha apenas 49 anos e não tinha problemas de saúde.

Os agentes que foram à casa não viram nada de estranho que os deixasse desconfiados. O homem se recusou terminantemente a fazer uma autópsia. Tammy foi enterrada em 22 de outubro.  

Chad e Lori se casam

Chad

Convenientemente viúvos, os dois rapidamente retomaram suas vidas e seguiram em frente com seu relacionamento.

O casamento foi em 5 de novembro de 2019. Em uma praia no Havaí. E um detalhe que mais tarde seria relevante: Lori havia comprado sua aliança na Amazon em 2 de outubro. Antes de Tammy falecer.

Os avós de Joshua registraram uma queixa na polícia após perder o contato com o neto

Após o casamento, Chad e Lori voltaram para Rexburg. Disseram aos novos amigos que não tinham filhos. Lori afirmou que Tylee morreu quando ela era pequena; eles não falaram de Joshua. Mas sua família estava preocupada. 

Os avós do menino não conseguiram estabelecer contato com ele. Por esta razão, e após alguns meses sem poder vê-lo, eles registraram uma queixa na polícia.

Quando os agentes os visitaram em sua casa, o casal disse calmamente que o menino estava morando com uma amiga do Arizona, Melanie Gibb.

O que aconteceu com os filhos de Lori?

Em 8 de setembro de 2019, Lori e sua família fizeram uma caminhada até o Parque Nacional de Yelowstone. Essa é a última foto em que Tylee é visto. A imagem mostra a adolescente sorrindo ao lado do tio e abraçando Joshua.

Dias depois, Lori tirou o filho mais novo da escola. Ela justificou a decisão assegurando que, pelas características da criança, decidiu ensiná-lo em casa. Em 23 de setembro, Joshua pode ser visto brincando no playground pelas câmeras de segurança da escola.

Lori é presa

A investigação oficial começou em 20 de dezembro de 2019. Chad e Lori haviam “fugido” alguns dias antes para o Havaí . As passagens aéreas revelaram onde estavam.

Em 26 de janeiro do ano seguinte, eles são detectados em um luxuoso resort da ilha. Em 20 de fevereiro, Lori é presa e mandada de volta para Idaho.

A terrível descoberta de onde estavam as crianças ocorreu em 9 de junho de 2020. Quando as máquinas removeram o solo do campo de Chad Daybell, o pior apareceu.

O corpo de Tylee foi desmembrado e queimado

Os investigadores acreditam que seu tio Alexander – que morreu de um coágulo no pulmão em dezembro de 2019 – foi o responsável por enterrá-la.

Joshua tinha sido amarrado com fita adesiva, tinha plástico enrolado na cabeça e estava dentro de um saco de lixo preto.

De acordo com os depoimentos fornecidos na investigação, o casal acreditava em zumbis e espíritos sombrios. Melanie Gibb revelou que Lori havia dito a ela que Tylee e Joshua se transformaram em zumbis.

O “Casal do fim do mundo”, como é conhecido, afirma ser inocente. Mas os únicos inocentes nessa trama complexa tecida por interesses, malícias e delírios foram suas vítimas.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.