Ator Ryan Grantham condenado à prisão perpétua por matar sua mãe

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
ryan-grantham-sentenced-killing-his-mother

O ex-ator mirim Ryan Grantham foi condenado à prisão perpétua pela morte a tiros de sua mãe, Barbara Waite, em sua casa no Canadá em 2020.

Grantham, conhecido por seus papéis em “Diário de um Banana” e “Riverdale“, se declarou culpado de assassinato em segundo grau por matar sua mãe.

Aos 21 anos, ele atirou na cabeça de Waite com um rifle enquanto ela tocava piano em casa em Squamish, British Columbia.

Na quarta-feira, Grantham, 24, recebeu sua sentença obrigatória de prisão perpétua na Suprema Corte da Colúmbia Britânica de Vancouver e, como parte de sua sentença, ele não será elegível para liberdade condicional por 14 anos, de acordo com a CBC.

Grantham filmou o corpo de sua mãe após o crime

Grantham confessou o assassinato e filmou o corpo de sua mãe em um vídeo da GoPro feito logo após o crime e mostrado no tribunal.

Um dia depois de matar sua mãe, Grantham deixou a propriedade em um carro com três armas de fogo, munição e 12 coquetéis molotov com a intenção de matar o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, na capital do país, Ottawa.

No meio de sua jornada, ele decidiu cometer um tiroteio em massa, antes de dirigir para um prédio do Departamento de Polícia de Vancouver e se entregar.

De acordo com a CBC, o juiz disse que Grantham está mostrando sinais de melhora em meio ao tratamento psiquiátrico em andamento na prisão.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.