fossa das marianas

Fossa das Marianas: famosa por ser o lugar mais profundo da Terra

Apesar dos oceanos estarem mais próximos de nós do que os planetas distantes do sistema solar, as pessoas exploraram apenas 5% do fundo do oceano, que continua sendo um dos maiores mistérios de nosso planeta.

A parte mais profunda do oceano é a Fossa das Marianas, um dos locais mais famosos, do qual ainda não sabemos muito.

Com uma pressão da água mil vezes maior que a do nível do mar, mergulhar neste local é o mesmo que suicídio.

Mas, graças à tecnologia moderna e a alguns aventureiros que, arriscando suas vidas, foram até lá, aprendemos muitas coisas interessantes sobre este lugar incrível.

Fossa das Marianas: onde está localizada?

A Fossa das Marianas está localizada na parte ocidental do Oceano Pacífico, a leste (cerca de 200 km) das 15 Ilhas Marianas perto do Guam. É uma trincheira em forma de crescente na crosta terrestre com cerca de 2.550 km de comprimento e uma média de 69 km de largura.

As coordenadas da Fossa Mariana são 11 ° 22 ′ de latitude norte e 142 ° 35 ′ de longitude leste.

De acordo com os últimos levantamentos de 2011, a profundidade do ponto mais profundo da Fossa das Marianas é de cerca de 10.994 metros.

Para efeito de comparação, a altura do pico mais alto do mundo – o Everest – é de 8.848 metros. Isso significa que se o Everest estivesse na Fossa das Marianas, seria coberto por mais 2,1 km de água.

Qual a temperatura na Fossa das Marianas?

Descendo a essa profundidade, esperamos que faça muito frio lá. A temperatura chega um pouco acima de zero, variando de 1 a 4 graus Celsius.

No entanto, a uma profundidade de cerca de 1,6 km da superfície do Oceano Pacífico, existem fontes hidrotermais chamadas de “fumaça negra”. Elas disparam água que aquece até 450 graus Celsius.

Essa água é rica em minerais que ajudam a manter a área viva. Apesar da temperatura da água, que está centenas de graus acima de seu ponto de ebulição, ela não ferve devido à incrível pressão, 155 vezes maior do que na superfície.

Habitantes da Fossa das Marianas

Vários anos atrás, no fundo da Fossa das Marianas, foram descobertas amebas gigantes de 10 centímetros chamadas xenofóforos.

Esses organismos unicelulares provavelmente cresceram tanto por causa do ambiente em que vivem a uma profundidade de 10,6 km. O frio, a alta pressão e a falta de luz solar provavelmente contribuíram para o enorme tamanho dessas amebas.

Além disso, os xenofóforos têm habilidades incríveis. Eles são resistentes a muitos elementos e produtos químicos, incluindo urânio, mercúrio e chumbo, que matariam outros animais e pessoas.

A forte pressão da água na Fossa das Marianas não dá chance de sobrevivência a nenhum animal com casca ou ossos. No entanto, em 2012, mariscos foram encontrados em uma trincheira perto de fontes hidrotermais.

De uma maneira geral, como os moluscos retêm a concha sob tal pressão, permanece desconhecido.

O que tem no fundo da Fossa das Marianas?

nascente hidrotérmica de Champagne da Trincheira de Mariana, que fica fora da Trincheira de Okinawa, perto de Taiwan, é a única área subaquática conhecida onde o dióxido de carbono líquido pode ser encontrado. A fonte, descoberta em 2005, recebeu esse nome por causa das bolhas, que na verdade eram dióxido de carbono.

Muitos acreditam que essas fontes, podem ser a fonte da vida. Foi nas profundezas dos oceanos com baixas temperaturas e uma abundância de produtos químicos e energia que a vida poderia se originar.

Se tivéssemos a oportunidade de nadar até o fundo da Fossa das Marianas, sentiríamos que está recoberta por uma camada de muco viscoso. A areia, na forma a que estamos acostumados, não existe lá.

Devido à incrível pressão da água, quase tudo lá se transforma em uma lama fina e espessa de um amarelo acinzentado.

Fossa das Marianas e enxofre líquido

O Vulcão Daikoku, que fica a uma profundidade de cerca de 414 metros no caminho para a Fossa das Marianas, é a fonte de um dos fenômenos mais raros do nosso planeta. Há um lago de enxofre fundido puro lá.

Nesse poço, uma emulsão negra e fervente ferve a 187 graus Celsius. Embora os cientistas não tenham sido capazes de investigar o local em detalhes, pode haver ainda mais enxofre líquido contido mais profundamente.

A Fossa das Marianas tem pontes

No final de 2011, foram descobertas quatro pontes de pedra na Fossa das Marianas, que se estendia de uma ponta a outra por 69 km. Elas parecem ter se formado na junção das placas tectônicas do Pacífico e das Filipinas.

Uma das pontes Dutton Ridge, que foi inaugurada na década de 1980, revelou-se incrivelmente alta, como uma pequena montanha. Em seu ponto mais alto, o cume chega a 2,5 km acima do Challenger Abyss.

Como muitos aspectos da Fossa Mariana, o propósito dessas pontes permanece obscuro. No entanto, o próprio fato de essas formações terem sido encontradas em um dos lugares mais misteriosos e inexplorados é surpreendente.

Quantas pessoas foram até a Fossa das Marianas?

Desde a descoberta do ponto mais profundo da Fossa das Marianas, apenas três pessoas passaram por lá.

Os primeiros foram o tenente americano Don Walsh e o explorador Jacques Picard, que mergulharam em 23 de janeiro de 1960 no Trieste.

Depois de 52 anos, outra pessoa se atreveu a mergulhar lá: o famoso cineasta James Cameron. Então, em 26 de março de 2012, Cameron desceu e tirou algumas fotos.

Durante o mergulho de 2012 de James Cameron, ele tentou observar tudo o que acontece naquele lugar até que problemas mecânicos o forçaram a subir à superfície.

Enquanto ele estava no ponto mais profundo dos oceanos do mundo, ele chegou à chocante conclusão de que estava completamente sozinho. Não havia monstros marinhos assustadores ou vida na Fossa das Marianas.

De acordo com Cameron, o fundo do oceano era “lunar… vazio… solitário”, e ele se sentia em completo isolamento de toda a humanidade”.

A Fossa das Marianas é um Monumento Nacional dos Estados Unidos e a maior reserva marinha do mundo

Por se tratar de um monumento, existem várias regras para quem pretende visitar este local. 

Dentro de suas fronteiras, a pesca e a mineração são estritamente proibidas. No entanto, é permitido nadar, então você pode ser o próximo a se aventurar no lugar mais profundo do oceano.

Fossa das Marianas: famosa por ser o lugar mais profundo da Terra via @focoefama
Marcações:
nv-author-image

Handreza Hayran

Handreza Hayran é editora do Foco e Fama. Acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos. Também é apaixonada por séries, música, cinema e tudo o que é tecnológico.