De revelação de fotos à fabricação de medicamentos: o que a Kodak está fazendo agora?

No final dos anos 90, a revelação de fotos e filmes permitiu que Kodak, Fujifilm e Olympus ganhassem dinheiro, mas com o advento da tecnologia digital, as empresas tiveram que mudar de área.

Sucesso da Kodak

Em 1878, o bancário de 24 anos George Eastman gostava de fotografia e tentou encontrar uma forma que simplificasse o processo de fotografar: desde a criação de uma imagem até a revelação.

Em 1880, ele descobriu uma maneira de simplificar o desenvolvimento de fotografias e patenteou uma máquina para aplicação de emulsão em chapas, que na época era usada no lugar de filme e papel fotográfico.

George Eastman

O empresário Henry Strong interessou-se pela patente e, em 1881, ele e Eastman fundaram a Eastman Dry Plate Company.

A empresa foi nomeada Eastman Kodak Company em 1892. A própria palavra Kodak não significa nada. Eastman adorou a letra K e tentou inventar um nome que começasse e terminasse com ela:

Acabei de inventar esta palavra. “K” é minha letra favorita, parece forte e memorável. Tive que tentar muitas combinações de letras antes de terminar com uma palavra que começa e termina com “K”. E a palavra Kodak é o resultado de meus esforços. George Eastman

Como a Kodak alcançou o sucesso

Em 1885, Eastman inventou o filme bobina a bobina, que foi o ímpeto para o amplo desenvolvimento da fotografia.

A primeira câmera de foco fixo da Kodak foi lançada logo depois. Dentro havia um filme com o qual o usuário poderia tirar 100 fotos.

O filme não podia ser substituído, então a câmera era devolvida à fábrica da empresa: os funcionários a recarregaram, revelaram as fotos e enviavam para o proprietário. A câmera custava US$ 25 – cerca de US$ 700 na taxa de câmbio de 2021.

A empresa fez um curso para reduzir o custo de produção. Em 1900, a empresa começou a produzir Kodak Brownie – câmeras de seis quadros – e as vendeu por US$ 1 cada.

Na década de 1910, a empresa lançou a campanha Kodak Girl: em pôsteres, meninas em vestidos listrados ficavam com uma câmera nas mãos em lugares muito pitorescos, sua imagem era associada à liberdade, às viagens e à fotografia.

A empresa primeiro usou pôsteres feitos à mão e depois os substituiu por fotografias. Eastman conseguiu adaptar seus anúncios para seu público.

De acordo com The Economist, em 1976, a Kodak se tornou um monopólio do mercado de fotografia dos Estados Unidos. Foi responsável por 90% das vendas de filmes e 85% das câmeras.

Ao longo da sua existência, a empresa também se dedicou à indústria farmacêutica. Basicamente, seus especialistas trabalharam na criação de princípios ativos medicinais.

As vendas da Kodak atingiram o pico em 2000 – o lucro da empresa foi de US $ 1,4 bilhão, em 2002 caiu para US$ 800 milhões.

O que a Kodak produziu durante a queda

Segundo a Vedomosti, diversos erros estratégicos levaram a empresa ao declínio.

Embora a primeira câmera digital tenha sido inventada pelo engenheiro da Kodak Stephen Sasson em 1975, ela não foi produzida em massa porque não precisava de filme. O mercado foi então dominado por fotos Polaroid e, em seguida, substituído por câmeras digitais.

Em 1994, os engenheiros da Kodak colaboraram com a Apple para lançar a câmera digital QuickTake 100. A câmera não tinha foco automático ou zoom e só funcionava com computadores Mac: as fotos podiam ser transferidas para eles. A primeira câmera digital a atingir as massas foi a Fuji DS-1P.

Em 2006, a Kodak eliminou as câmeras digitais e, em 2009, o filme. Em 2012, a empresa faliu, mas em 2013 a Kodak saiu do status de falência. Desde 2017, o filme Ektachrome voltou ao mercado. Ele reproduziu cores mais intensas e menos granulação.

A empresa continuou a desenvolver produtos farmacêuticos. Em 2020, a Kodak recebeu um empréstimo do governo de US $ 765 milhões. A bolsa foi concedida para a produção de ingredientes para medicamentos genéricos – que devem ser ecologicamente corretos e criar um ambiente competitivo no mercado farmacêutico.

De revelação de fotos à fabricação de medicamentos: o que a Kodak está fazendo agora? via @focoefama

Autor(a): Handreza Hayran

Handreza Hayran é editora do Foco e Fama. Acredita que histórias bem contadas, são um presente incrivelmente valioso.
Também é apaixonada por séries, música, cinema e tudo o que é tecnológico.

evan

Qual o segredo de Evan na 4ª temporada de ‘Atypical’?

virgin river

Onde ‘Virgin River’ foi filmada?