Wentworth Miller

Estrela de “Prison Break” fala sobre diagnóstico de autismo

A estrela da série “Prison Break”, Wentworth Miller, disse no Instagram que foi diagnosticado com autismo em 2020 aos 48 anos.

“Como qualquer outra pessoa, minha vida tirou coisas de mim durante a quarentena. Mas no silêncio, no isolamento, encontrei presentes inesperados”, ele começou a declaração por conta própria.

Miller aprecia muito ter recebido um diagnóstico final, pois foi um “processo longo e cheio de falhas” e muitas pessoas nunca tiveram a chance de ter certeza. 

No entanto, ele agora vê as quase cinco décadas de sua vida de forma diferente e tenta aprender a entender o transtorno do desenvolvimento. 

“Digamos que foi um choque, mas não uma surpresa”, continuou ele. 

No depoimento, o astro da série também enfatizou que não queria ser a voz dos autistas por não conhecer bem o assunto. 

“A comunidade autista (eu sei disso) foi prejudicada muitas vezes na história. Não quero tornar isso pior. Simplesmente levanto a mão e digo: ‘Estou aqui”, diz Miller.

Ele agora entendeu que o autismo é uma parte dele que ele também não quer mudar. Ele é grato por todas as pessoas que o apoiaram ao longo dos anos.

Nos últimos anos, Miller falou frequentemente em entrevistas (como em 2013 com o “New York Post” ) sobre a depressão que experimentou.

Estrela de “Prison Break” fala sobre diagnóstico de autismo via @focoefama

Autor(a): Handreza Hayran

Handreza Hayran é editora do Foco e Fama. Acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.
Também é apaixonada por séries, música, cinema e tudo o que é tecnológico.