’42 Dias na Escuridão’: Por que Jaime não testemunha contra Mario? 

Iasmin Maciel
2 Minutos de Leitura
42 Dias na Escuridão

Após tentar solucionar o caso de Verônica em ’42 Dias na Escuridão’, Victor Pizarro encontra a peça fundamental para incriminar Mario pelo crime. Em um depoimento, Jaime confessa ter matado Verônica a mando de Mario, que pagou um valor de 5 milhões de pesos.  

Mas para usar a confissão, Jaime precisa testemunhar contra Mario. Só que Pizarro é surpreendido com Jaime desistindo de testemunhar, fazendo com Mario não tenha ligação com nenhuma prova do crime. 

Por que Jaime desiste de testemunhar contra Mario? 

Incriminar Mario pelo assassinato de Verônica se torna uma tarefa difícil para Pizarro, já que não existe nenhuma evidência que ligue o homem à morte da esposa.

Mesmo sem nenhuma evidência, Pizarro fica otimista sobre a condenação de Mario a partir do testemunho de Jaime,  colocando-o como o mandante do assassinato de Verônica. Mas para a surpresa de Pizarro, Jaime desiste de testemunhar contra Mario.

Não é revelado o que leva Jaime de voltar atrás em sua palavra, mas Pizarro acredita que o criminoso entrou em algum acordo com Mario.  

Jaime tem uma filha e mesmo testemunhado contra Mario, ele não ficará livre da prisão. Um acordo com Mario pode ter se tornado mais vantajoso para ele.  

Já as filhas de Mario, acreditam que Jaime desistiu do testemunho pelo motivo do pai não ter relação com o crime. 

Compartilhe este Post
Iasmin Maciel é escritora freelancer que encontra nos livros, filmes e series um abrigo para a mente. Ela pode passar o dia inteiro falando de sua série preferida "How I Met Your Mother".