‘Anne Frank, minha melhor amiga’: explicação do final do filme

Handreza Hayran
3 Minutos de Leitura
Hannah e Gabi saindo do campo de intercâmbio de Bergen-Belsen
Hannah e Gabi saindo do campo de intercâmbio de Bergen-Belsen (Foto: Netflix)

“Anne Frank, minha melhor amiga” é um filme da Netflix de origem holandesa, baseado em “Memórias de Anne Frank: Reflexões de uma amiga de infância”, escrito pela autora americana Alison Leslie Gold, que conta a história da amizade entre Hanneli Goslar e Anne Frank.

O filme que ganhou o Golden Film Award em outubro de 2021 está disponível na Netflix desde o dia 1º de fevereiro de 2022.

O filme acontece em duas linhas do tempo

O filme acontece em duas linhas do tempo:

  • Os momentos de alegria das amigas na Holanda;
  • Horror do Holocausto.

Anne Frank e Hannah Goslar se conheceram na escola em Amsterdã e formaram o Little Bear Club

Enquanto eram livres, gostavam de fazer planos para o futuro, uma sonhava em ser uma escritora famosa e o outra queria ser enfermeira. Mas acima de tudo, elas prometeram cuidar uma da outra para sempre.

O que aconteceu no final de ‘Anne Frank, minha melhor amiga’?

As repressões no país logo deram lugar à ocupação nazista, e em casa Anne e Goslar só falavam sobre como suas amadas famílias poderiam escapar antes que fosse tarde demais. Foi até sugerido que Hannah pudesse viajar para a “Suíça” com a família de Ana.

Na realidade, a família de Anne se escondeu no sótão de sua casa por dois anos. Em agosto de 1944, elas foram descobertas e transferidas para o campo de concentração de Bergen-Belsen.

Enquanto isso, Hanneli Goslar, sua irmã Gaby e seu pai foram transferidos para o campo de Bergen-Belsen em 1944, após a morte de sua mãe durante o parto. Aquele lugar não era tão ruim quanto a área onde Anne e Margot morreram.

Um dia antes da troca, Hannah finalmente encontrou sua melhor amiga Ana e prometeu trazer comida para ela no dia seguinte, mesmo que isso significasse ficar naquela área. 

Hanneli voltou a ver Anne Frank?

Após a morte de seu pai, Hannah decidiu procurar Ana mais uma vez, trazendo-lhe até mesmo o anel que seu pai lhe deu quando estavam livres. As melhores amigas se reuniram novamente, mas dessa vez, Hannali abriu um buraco na parede para ver Ana.

Pouco depois dessa reunião, os nazistas fugiram, mas Hanneli nunca mais viu Anne, porque ela, como sua irmã Margot, morreu antes de ser libertada. 

Como você vê no final do filme, Goslar tornou-se enfermeira na Palestina, mas em sua imaginação ela ainda viaja pelo mundo com a amiga.

“Hanneli Goslar e Gaby, tiveram 7 filhos, 38 netos e 27 bisnetos. Eles chamaram isso de vingança contra Hitler.’

Compartilhe este Post
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.