As Fitas de Poughkeepsie é um filme de terror?

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
As fitas de poughkeepsie

O filme de terror ‘As fitas de poughkeepsie’ de 2006 é um filme sobre um maníaco indescritível. O destaque é que é filmado no gênero pseudodocumentário e consiste em filmes que o próprio maníaco teria filmado.

Por muitos anos, os Estados Unidos foram aterrorizados por um maníaco desconhecido que tratava suas vítimas com extrema crueldade. Ele praticamente não deixou vestígios e a polícia ficou confusa. 

Mas um dia, durante uma batida policial em uma das casas em Poughkeepsie, Nova York, vídeos pertencentes a um maníaco foram descobertos e abriram o véu de horror criado por um maníaco desconhecido.

Diante de nós está um pseudodocumentário sobre um assassino maníaco que mata e desfigura prostitutas. Mas, na verdade, não só as prostitutas.

O serial killer registra seu desenvolvimento maníaco em uma câmera de vídeo, cujas gravações foram descobertas aleatoriamente em uma das casas que ele alugou nos Estados Unidos.

Fitas cassetes com um tempo total de execução de mais de 240 horas continham cenas de assassinato e violência. E aqui entendemos que o diretor do filme escolheu um formato pseudo-documentário muito conveniente, pelo qual todos os episódios mais cruéis de suas atrocidades permanecem nos bastidores.

Enredo

A pequena cidade de Poughkeepsie (que na verdade existe no estado de Nova York, a propósito) é atormentada por assassinatos cometidos por um maníaco assustador.

Não só isso, este bastardo filma toda a sua obra em filme. Quando as fitas estão em poder do FBI, elas se tornam a chave para pegar o maníaco e entender sua natureza.

A trilha sonora de Keefus Ciancia combinou perfeitamente com o visual do filme, criando uma tensão incrível e sentimentos deprimentes.

As fitas de poughkeepsie é um filme muito pesado e realista. Este filme conseguiu se destacar entre os muitos filmes de terror pseudo-documentais, mostrando a realidade feia que nos cerca, todas as imperfeições do sistema de aplicação da lei e a crueldade humana.

Compartilhe este Post
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.