‘Diário de um Gigolô’ é baseado em uma hsitória real?

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
diário de um gigolÕ

Em 7 de setembro, chegou à Netflix a série ‘Diário de um Gigolô’, uma produção criada pelo argentino Sebastián Ortega.

A ficção é uma coprodução entre México e Argentina pela Underground Contents, tem 10 episódios em sua primeira temporada e se apresenta como uma combinação eficaz de thriller, drama e romance, mesmo com alguns toques de melodrama.

Sobre o que é a série?

A vida de um gigolô começa a desmoronar quando ele se envolve nos assuntos familiares de um cliente e viola a regra fundamental de seu trabalho: não se apaixonar.

A série nos conta como o protagonista concorda em ter um relacionamento com a filha de um cliente, aceitando a missão apenas por dinheiro, mas então o sentimento pela jovem é mais forte e ele deve pagar um preço muito alto, enquanto carrega o segredo imperdoável.

Diário de um Gigolo é uma história real?

Não, ‘Diário de um Gigolô’ não é baseado em uma história real. A narrativa da série é originalmente concebida pelo criador Sebastián Ortega exclusivamente para a série, especialmente o enredo do assassinato de Ana. 

A vida do protagonista Emanuel Morillo como gigolô também é fictícia, mas Ortega aparentemente concebeu o mesmo com raízes na realidade. 

Em vez de retratar o mundo glamoroso dos gigolôs, a série explora os desafios que eles enfrentam emocionalmente através do personagem de Emanuel.

Compartilhe este Post
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.