‘O Sabotador’: William é quem está enganando a todos?

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
o sabotador will

Com alguns reboots de sucesso como Fuller House , Gilmore Girls e House Of Cards, a Netflix está tentando trazer de volta outra série popular do passado. A Netflix agora está revivendo The Mole (“O Sabotador”), um reality show que foi ao ar nos EUA em 2001, mas foi cancelado após duas temporadas devido à baixa audiência.

No entanto, a história do show remonta a um país diferente. The Mole era originalmente um reality show belga intitulado De Mol. Foi ao ar pela primeira vez em 1998 e foi adaptado em mais de 40 países em todo o mundo.

“O Sabotador” gira em torno de 12 competidores que devem resolver desafios para adicionar dinheiro a um pote.

Mas um deles é na verdade um sabotador, secretamente encarregado de tentar sabotar suas vitórias.

Os jogadores devem tentar adivinhar quem é o “sabotador” – enquanto tiram os outros do rastro, enganando-os a pensar que podem ser os culpados.

Muitos ao assistir os primeiros episódios ficaram na dúvida se Will é o sabotador. Vamos descobrir!

Will Richardson é o sabotador?

No momento em que Will entrou no jogo no terreno australiano, ele realmente deixou claro que sua estratégia era ser “muito dominante” na tentativa de influenciar o consenso do grupo da maneira que desejava.

Seu objetivo era, portanto, reconhecidamente “guardar o máximo de dinheiro possível e despistar o maior número possível de pessoas.”

No entanto, o fato de Will quase sempre conseguir mais dinheiro (ou pelo menos tentar) sem qualquer hesitação ou enrolação parecia mudar as percepções, porque o sabotador nunca faria tal coisa.

Sendo assim, considerando todos os aspectos, não acreditamos que Will seja o sabotador – ele é muito competitivo, muito aberto e muito dedicado a cada circunstância para deliberadamente enganá-los.

Compartilhe este Post
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.