Diretor iraniano vencedor do Oscar, Asghar Farhadi é culpado por plagiar o filme “Um Herói”

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
A Hero

Um tribunal no Irã considerou o diretor iraniano duas vezes vencedor do Oscar Asghar Farhadi culpado de roubar a premissa de seu novo filme, A Hero, de um documentário anterior, All Winners All Losers, feito por Azadeh Masihzadeh, um ex-aluno de cinema de Farhadi.

Um tribunal decidiu que o cineasta roubou a ideia central de ‘Um herói’ , seu último filme lançado em 2021.

De acordo com o The Hollywood Reporter, um tribunal iraniano considerou que Farhadi plagiou o documentário ‘All Winners All Losers’ de Azadeh Masihzadeh, um ex-aluno de Farhadi.

“A sentença é obrigatória e não pode ser apelada. Um segundo juiz agora determinará a punição de Farhadi. Na pior das hipóteses, o diretor pode ser obrigado a entregar toda a renda obtida com a projeção do filme nos cinemas ou em streaming para Masihzadeh e poderia até enfrentar uma pena de prisão”.

Asghar Farhadi, condenado por plagiar a uno de sus alumnos la idea de ‘Un héroe’

Farhadi já havia admitido que seu filme era baseado na mesma história real de ‘All Winners All Losers’, que Masihzadeh desenvolveu como estudante em um workshop de documentário ministrado por Farhadi.

Mas o diretor não creditou a ideia a Masihzadeh, alegando que ele havia pesquisado a história de forma independente. Farhadi processou Masihzadeh por difamação, e Masihzadeh respondeu com outro processo, alegando que Farhadi havia plagiado seu trabalho original.

‘Um Herói’ estreou no Festival de Cannes 2021, onde ganhou o Grande Prêmio do Júri, e chegou aos cinemas em 24 de fevereiro.

Até o momento, o longa-metragem arrecadou US $ 2,3 milhões em todo o mundo.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.