Bafta 2022: ‘Ataque dos Cães’ ganha melhor filme e diretor

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura

Ataque dos Cães, o faroeste de Jane Campion, estrelado por Benedict Cumberbatch como um fazendeiro feroz na Montana dos anos 1920, levou os dois principais prêmios do Baftas deste ano: melhor filme e melhor diretor.

Cumberbatch aceitou o prêmio de diretor pela ausência de Campion, que ainda estava em Los Angeles tendo participado da premiação do Directors Guild America no sábado.

Cumberbatch perdeu na categoria de ator principal, perdendo para Will Smith. A vitória faz de Smith um grande favorito para triunfar no Oscar em duas semanas, onde Campion também está fortemente cotado para vencer.

Duna, a extravagância de ficção científica de Denis Villeneuve, estrelada por Timothée Chalamet, levou o maior número de prêmios da noite – cinco – varrendo o quadro nas categorias técnicas, incluindo fotografia, design de produção, efeitos visuais e som.

Encanto, de Lin-Manuel Miranda, foi eleito melhor animação.

O japonês Ryusuke Hamaguchi ganhou o prêmio de melhor filme de língua não inglesa por “Drive My Car, categoria na qual também concorreu o filme espanhol “Mães Paralelas”, de Pedro Almodóvar.

Os prêmios foram decididos pelos 7.000 membros da British Film Academy, que passou por uma considerável revisão nos bastidores desde a reação à falta de diversidade em suas listas de finalistas há dois anos.

Uma série de 220 novas regras e regulamentos foram introduzidos, incluindo cotas para cineastas e a visualização obrigatória pelos eleitores de pelo menos 15 títulos selecionados aleatoriamente em disputa.

Tais medidas foram creditadas com o conjunto notavelmente amplo de indicados deste ano.

Presidente do BAFTA fala sobre invasão à Ucrânia

O presidente do BAFTA, Krishnendu Majumdar, disse que a invasão da Ucrânia pela Rússia “chocou o mundo” e disse que as academias de cinema em toda a Europa compartilham “a esperança de um retorno à paz”.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.