O filme ‘Caranguejo Negro’ é baseado em uma história real?

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
caranguejo negro

Caranguejo Negro (Svart Krabba) na Netflix é uma nova produção sueca com Noomi Rapace ao lado de alguns outros atores escandinavos familiares.

Com uma duração de pouco menos de duas horas (1 hora e 50 minutos, para ser exato), o ritmo funciona e a história é envolvente e emocionante do início ao fim.

Situado em um mundo pós-apocalíptico e devastado pela guerra, seis soldados embarcam em uma missão para transportar um pacote misterioso pelo gelo que pode acabar com o conflito. No entanto, a personagem de Rapace, Caroline Edh, tem um motivo oculto, encontrar sua filha desaparecida que está esperando por ela do outro lado.

Mas o filme é baseado em uma história real?

Caranguejo Negro é baseado em uma história real?

Não, Caranguejo Negro não é baseado em uma história real. No entanto, há alguma verdade na ameaça de vírus contidos em frascos causando medo e pânico.

Em 2021, seis frascos rotulados como “varíola” foram descobertos em um laboratório. Felizmente, o CDC testou o conteúdo e descobriu que não continha nenhum vestígio do vírus conhecido por causar varíola.

Quanto aos soldados patinando no gelo para transportar carga, não encontramos nada que ligasse isso a um evento ou história real, mas tenho certeza de que houve incidentes em que coisas assim ocorreram, se não durante uma guerra, então em outras situações terríveis.

Mas no geral, parece que Berg e Rådström basearam a maior parte de seu roteiro em material de origem diferente.

Caranguejo Negro é baseado em um livro?

Sim! O filme é baseado em um livro do autor sueco Jerker Virdborg. O livro é intitulado Black Crab, ou “Svart Krabba”. É um romance de guerra distópico com temas de ficção científica.

Mais informações sobre o filme

Caranguejo Negro foi produzido pela Indio, que é uma produtora sueca de filmes, televisão e conteúdo de curta duração. O filme também é a estreia direcional de Adam Berg.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.