Regra 34: Filme brasileiro leva para casa o primeiro prêmio do Festival de Cinema de Locarno

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
regra 34

O filme Regra 34 da diretora brasileira Júlia Murat ganhou o ‘Leopardo de Ouro‘ no 75º Festival de Cinema de Locarno.

O longa é um olhar perturbador para uma jovem estudante de direito que de dia defende apaixonadamente os direitos das mulheres em casos de violência doméstica e à noite se apresenta em frente a uma câmera de sexo ao vivo. Seus próprios impulsos sexuais a levam a um mundo de violência e erotismo perigoso.

O filme foi produzido por Tatiana Leite e Murat.

O júri da competição Leopardo de Ouro deste ano incluiu a diretora italiana Laura Samani, o diretor britânico Prano Bailey-Bond, o diretor francês Alain Guiraudie, o produtor americano William Horberg e o produtor suíço Michel Merkt.

A cineasta brasileira Julia Murat, nascida no Rio de Janeiro em 1979, também cria vídeos experimentais, videoinstalações e comerciais de televisão. Formou-se em design gráfico e roteiro pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro e pela Universidade do Rio de Janeiro.

Ela produziu Father’s Day , um documentário completo, em 2008, e Stories Only Exist When Remembered , um longa-metragem de ficção, que teve sua estreia em Veneza em 2011.

Todos os anos, em agosto, a cidade suíça de Locarno hospeda o Locarno Film Festival.

O festival fundado em 1946 exibe filmes em categorias competitivas e não competitivas, com programação para longas narrativas, documentários e etc.

Há 8.000 assentos disponíveis para espectadores do lado de fora, onde a parte da Piazza Grande está hospedada.

O Leopardo de Ouro, a maior honraria do festival, é entregue ao melhor filme na Competição Internacional.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.