16 frases de Viktor Frankl, sobrevivente do campo de concentração

Em 1941 os nazistas começaram a capturar judeus e enviá-los para campos de concentração. O que você faria se tivesse um visto americano em mãos que lhe desse a oportunidade de partir e ficar seguro, sabendo que seus pais ficariam e muito em breve fossem levados para campos de concentração?

O psiquiatra austríaco, psicólogo e neurologista de origem judaica Viktor Frankl, apesar da possibilidade muito real de fuga, optou por ficar com a família. Isso porque naquela época ele já sabia algo importante sobre o significado da existência humana.

Conheça as frases de Viktor Frankl e inspire-se!

Frases de Victor Frankl

Victor Emil Frankl é um psiquiatra, psicólogo e neurologista austríaco, ex-prisioneiro de um campo de concentração nazista. Frankl é o criador da logoterapia – um método de psicanálise existencial que se tornou a base da Terceira Escola de Psicoterapia de Viena.

Frases de Viktor Frankl sobre felicidade e amor

  • A felicidade é como uma borboleta. Quanto mais você a pega, mais ela quer escapar. Mas, se você mudar sua atenção para outras coisas, ela virá e ficará quieta em seu ombro.
  • Uma pessoa que percebeu sua responsabilidade para com outro ser humano que o espera apaixonadamente, ou para uma obra inacabada, não será mais capaz de jogar sua vida fora. Ela sabe “por que” deve viver.
  • A felicidade é quando o pior é poupado.
  • Se todas as pessoas fossem perfeitas, cada pessoa sempre poderia ser substituída por qualquer outra.
  • Repetidamente somos ordenados e instruídos a sermos felizes. Mas a felicidade não pode ser um objeto de esforço, busca; deve ser o resultado de outra coisa. Você deve ter um motivo para ser feliz.
  • A alegria entra em nossa vida quando temos algo para fazer; há alguém para amar; e há muito o que esperar.

Frases de Viktor Frankl sobre sucesso e autor realização

  • Uma pessoa é um pouco semelhante a um avião. Um avião pode viajar no solo, mas para provar que é um avião, ele deve decolar. Da mesma forma, somos nós: se não nos elevarmos acima de nós mesmos, ninguém vai adivinhar que podemos voar.
  • Não estabeleça para si mesmo uma meta de sucesso: quanto mais você se empenhar por isso, tornando-o seu objetivo, mais chances você terá de perdê-lo. O sucesso, como a felicidade, não pode ser alcançado. Ele vem depois apenas como um resultado não planejado de dedicação a uma causa maior do que você.

Sobre a mente

  • Se o medo transforma pensamentos assustadores em realidade, então o desejo em excesso o impede de conseguir o que deseja.
  • O que importa não são nossos medos ou nossa ansiedade, mas como nos relacionamos com eles.
  • A pessoa normal se contenta com um mundo com segurança parcial, enquanto o neurótico busca segurança absoluta.
  • Se uma pessoa quer voltar a si mesma, seu caminho passa pelo mundo.
  • Ninguém tem o direito de cometer ilegalidade, mesmo aquele que sofreu com a ilegalidade e sofreu muito cruelmente.
  • A hereditariedade nada mais é do que o material com o qual a pessoa se constrói. Nada mais são do que pedras que podem ser usadas ou rejeitadas pelo construtor. Mas o próprio construtor não é feito de pedras.
  • Se a vida tem algum sentido, então o sofrimento tem sentido. O sofrimento faz parte da vida, assim como o destino e a morte. O sofrimento e a morte dão integridade ao ser.
  • O que importa não são nossos medos ou nossa ansiedade, mas como nos relacionamos com eles.

Viktor Frankl foi libertado pelas forças americanas em 27 de abril de 1945

Viktor Frankl foi libertado pelas forças americanas em 27 de abril de 1945. No decorrer de sua sobrevivência, infelizmente, ele não conseguiu salvar seus parentes da morte, mas salvou milhares de outras vidas, vagando de acampamento em acampamento. 

Mais tarde, quando todas as agruras da guerra foram deixadas para trás, ele compreendeu sua experiência cruel e inventou a logoterapia: seu próprio método em psicologia clínica, segundo o qual a superação efetiva da depressão consiste em encontrar e perceber o sentido pessoal da vida. 

Segundo o psiquiatra, as pessoas com tendência ao suicídio, além de sofrerem de vários tipos de vícios, são principalmente privadas de um propósito pelo qual valeria a pena viver. E para salvá-las de consequências trágicas, você precisa ajudar a encontrar esse objetivo.

Você concorda com as teses e conclusões que ele afirmou?

16 frases de Viktor Frankl, sobrevivente do campo de concentração via @focoefama

Autor(a): Handreza Hayran

Handreza Hayran é editora do Foco e Fama. Acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.
Também é apaixonada por séries, música, cinema e tudo o que é tecnológico.

What do you think?