“Esta é a aparência da depressão”: o último vídeo de Chester Bennington horas antes de sua morte

Handreza Hayran
3 Minutos de Leitura
Chester Bennington
BURBANK, CA - MAY 22: Chester Bennington of Linkin Park performs on stage at the iHeartRadio Album Release Party presented by State Farm at the iHeartRadio Theater Los Angeles on May 22, 2017 in Burbank, California. (Photo by Rich Fury/Getty Images for iHeartMedia)

Nas imagens, compartilhadas pela esposa do músico, o líder do Linkin Park é visto se divertindo com a família. Horas depois, tirou a própria vida em sua casa em Los Angeles.

A viúva do vocalista do Linkin Park, Talinda, postou no Twitter um vídeo caseiro da família gravado 36 horas antes de seu marido, Chester Bennington, cometer suicídio.

Estes são os últimos momentos que o músico de 41 anos partilhou com a família, nos quais é visto feliz, rindo e se divertindo.

Nas imagens, o vocalista aparece brincando com um de seus filhos.

“Isso é o que a depressão parecia para nós apenas 36 horas antes de sua morte. Ele nos amava muito e nós o amamos”, escreveu a mulher em sua mensagem.

“Mostro isso para que saibam que a depressão não tem rosto nem forma“, alertou a mulher nas redes antes de publicar o material.

O artista foi encontrado morto com um cinto no pescoço em uma residência particular na cidade de Palos Verdes Estatesm, Califórnia, em 20 de julho de 2017.

A data de sua morte coincidiu com o aniversário do músico Chris Cornell, um amigo muito próximo de Chester, que se suicidou em 18 de maio de 2017, em um hotel de Detroit.

Bennington era casado e tinha seis filhos. Durante anos, o cantor lutou contra seu vício em drogas e álcool.

No mesmo dia em que Chester Bennington cometeu suicídio, Linkin Park lançou seu último vídeo

Talking To Myself é o single do álbum One More Light do Linkin Park. Uma hora antes do suicídio do cantor ser conhecido, o clipe de Talking To Myself apareceu na conta oficial da banda no YouTube.

Uma infância de abuso atormentou Chester Bennington

A possibilidade de cometer suicídio já havia sido mencionada pelo artista em diversas entrevistas à imprensa no passado, quando relembrou uma situação de abuso sofrida quando tinha apenas 7 anos.

Sobre o álcool e os danos que isso causou a ele e até mesmo a seus companheiros de banda do Linkin Park, Bennington disse:

“Em 2006 eu tive que escolher entre desistir de beber ou morrer. Conversei com meus amigos da banda e eles me disseram como realmente se sentiam. Eu não tinha ideia de que tinha me tornado um verdadeiro pesadelo.”

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.