Atleta vai ao médico com dor nas costas e descobre que tem câncer de pulmão terminal

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura

A atleta Becca Smith recebeu um péssimo diagnóstico depois de ir ao médico por causa de dores nas costas. Smith conversou com o New York Times e disse que achava que suas dores se devia a uma lesão.

Em diálogo com a mídia, a jovem garantiu que era uma pessoa que cuidava bem do corpo, por isso gostava de praticar diversos esportes. No entanto, ela recebeu um diagnóstico que mudou sua vida para sempre depois de ser diagnosticada com uma doença terminal.

Smith, uma fã de esportes, teve que ser levada às pressas para o hospital depois de repentinamente perder a visão. A mulher experimentou fortes dores nas costas e enxaquecas, então ela teve que interromper a ioga e o treinamento na academia.

A jovem ficou hospitalizada por vários dias enquanto era submetida a vários testes. Durante sua permanência no hospital a situação piorou, ele não conseguia ficar de pé sozinho e precisou de respiração artificial.

Os médicos garantiram que a jovem sofria de câncer de pulmão em estágio quatro, então ela não tinha muita esperança de vida.

O câncer da mulher se espalhou dos pulmões para a coluna, cérebro e crânio. Após o diagnóstico, os especialistas deram-lhe apenas 2 semanas de vida.

Após receber o diagnóstico, ela decidiu voltar para casa para receber cuidados paliativos. Atualmente, ele está tomando um medicamento para maximizar sua expectativa de vida.

A atleta vai ao hospital todo mês para fazer exames. Não se sabe exatamente qual é o seu prognóstico no momento. No entanto, ela voltou ao trabalho, à academia, e diz que “se sente mais saudável mental e fisicamente”.

Câncer de pulmão

Deve-se notar que o câncer de pulmão mata cerca de 20% dos pacientes.

Pesquisadores citados pelo portal cancer.org afirmam que é grande o progresso na última década sobre o que causa o câncer de pulmão em não fumantes.

Compartilhe este Post
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.