As muitas facetas de Diego Luna

Handreza Hayran
5 Minutos de Leitura
diego Luna
Foto: Instagram

Os filmes de Diego Luna têm sido extremamente populares nas últimas duas décadas. O reconhecimento mundial veio para o ator após o lançamento do drama “E Sua Mãe Também”, bem como o filme “Dirty Dancing – Noites de Havana” e Rogue One: Uma História Star Wars.

Diego Luna Alexander nasceu em 29 de dezembro de 1979 na Cidade do México, em uma família criativa que tinha uma ligação estreita com o mundo do cinema.

1. A mãe de Diego Luna era artista e figurinista e morreu em um acidente de carro

A mãe, a britânica Fiona Alexander, era uma talentosa artista e figurinista.

O pai Alexandro Luna fez carreira no cinema e no teatro: é o decorador mais procurado do México. Trabalhou para cinema, teatro e até ópera. Diego tem uma irmã, Maria, que mora no México.

Mas Diego mal se lembra de sua mãe: ela morreu em um acidente de carro assim que ele tinha 2 anos. Um ano depois, ele fez sua estréia no cinema em um episódio.

Seu pai muitas vezes o levava com ele ao set e ao teatro. Ele apoiou e incentivou fortemente o interesse do menino pelo teatro e pelo cinema, sonhando que seu filho continuaria a tradição familiar.

2. Ele desempenhou um papel de destaque em Carrossel

Aos 10 anos, ele desempenhou um papel de destaque na popular série de TV Carrossel.

A partir desse momento, o jovem ator muitas vezes apareceu na tela em episódios ou pequenos papéis coadjuvantes.

Desde o final dos anos 1990, a biografia cinematográfica de Diego Luna vem se desenvolvendo rapidamente. O jovem e talentoso ator estrelou regularmente melodramas e séries de TV de alto nível.

3. Diego Luna atuou em um dos filmes mexicanos de maior sucesso comercial

O reconhecimento mundial veio após o lançamento do drama do famoso diretor Alfonso Cuaron “E sua mãe também“. 

Luna, junto com Gael Garcia Bernal, interpretou dois amigos inseparáveis ​​viajando pelo México na companhia de uma mulher de 28 anos. Este é um dos filmes mexicanos de maior sucesso comercial.

No total, “E sua mãe também” ganhou mais de 30 prêmios, incluindo o de Melhor Roteiro e o Prêmio Marcello Mastroianni no Festival de Veneza de 2001 e foi indicado ao Oscar de Melhor Roteiro

O próprio Diego considera este trabalho o seu melhor e afirma que este projeto lhe abriu as portas para a Espanha e Hollywood, e também atraiu atenção muito além das fronteiras do México.

4. Diego Luna atuou em Frida e Dirty Dancing-2: Havana Nights

Em 2002, ele foi convidado para o filme “Frida”, que recebeu uma estatueta do Oscar. Nos dois anos seguintes, Diego apareceu nas telas em “Dirty Dancing-2: Havana Nights”, no drama “Terminal” e na tragicomédia criminal “Swindlers”. 

Os filmes não foram apenas calorosamente recebidos pelo público e pelos críticos de cinema, mas também receberam generosas receitas de bilheteria.

5. Em ‘Milk – A Voz da Igualdade’, ele foi indicado ao US Screen Actors Guild Award

Em 2008, ele interpretou o amante do protagonista em outro projeto vencedor do Oscar, ‘Milk – A Voz da Igualdade’.

Todo o elenco de ‘Milk – A Voz da Igualdade’ foi indicado ao US Screen Actors Guild Award. No mesmo ano, ele estrelou o drama policial Blood Sisters, que foi nomeado para a nomeação do prestigiado prêmio espanhol “Goya”.

6. Vida pessoal – Diego conheceu Camila Sodi

Diego conheceu Camila Sodi, uma atriz e modelo mexicana. Um ano depois de se conhecerem e do rápido desenvolvimento do romance, o casal legalizou o relacionamento. 

Em 12 de agosto de 2008, nasceu o filho em 1º de julho de 2010. Em 2013, eles anunciaram o divórcio. 

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.