Elon Musk promete desbanir Donald Trump no Twitter

Handreza Hayran 11/05/2022
Atualizado 11/05/2022 11:00
3 Minutos de Leitura
elon musk

Elon Musk continua falando sobre o que fará quando o negócio de compra do Twitter por US$ 44 bilhões for fechado. Um dos itens da lista do empresário é o desbloqueio da conta do ex-presidente dos EUA Donald Trump.

Segundo Musk, o bloqueio de Trump causou muito mais danos ao próprio serviço, bem como a um conceito tão efêmero como “liberdade de expressão”.

Acho que essas proibições prejudicam fundamentalmente a credibilidade do Twitter como um fórum para que todos possam opinar. Deixe essa punição para contas que são bots ou contas de spam, disse Musk.

Quanto a Trump, ele agora fala sobre Truth Social, como grande parte da direita nos EUA. Sua proibição no Twitter não silenciou a voz de Trump.

O próprio Donald Trump já afirmou que não voltará ao Twitter, mesmo que seja desbanido por lá. Mas esse gesto é mais importante para o próprio Musk.

Compra do Twitter por Elon Musk

O conselho de administração do Twitter anunciou que aceitou a oferta de Elon Musk para comprar a plataforma social. Como parte do acordo, Musk deve pagar US$ 54,20 por ação para transferi-la para mãos privadas, elevando o total para US$ 44 bilhões.

Em comunicado oficial, o Twitter disse que Musk pagará US$ 21 bilhões e já concordou em receber US$ 25,5 bilhões em “financiamento de margem”, dos quais US$ 13 bilhões são dívidas financeiras garantidas por ativos do próprio Twitter e outros US$ 12,5 bilhões de vários bancos em um empréstimo com penhor de ações da Tesla.

O negócio está planejado para ser fechado até o final de 2022. Depois disso, o Twitter se tornará uma empresa completamente privada e reportará apenas a Elon Musk.

Embora Musk diga que vê um grande potencial no Twitter e pretende transformar a rede social em uma plataforma global de liberdade de expressão, o que se entende por liberdade de expressão no entendimento de Musk não é claro.

Em 2021, a receita do Twitter foi de US$ 5,08 bilhões, mas o lucro não ultrapassou US$ 1 bilhão. É duvidoso que Musk espere que o Twitter seja uma de suas principais fontes de renda, mas, se usado como plataforma de mídia global, pode contribuir para lucros significativos de outros projetos do bilionário.

Compartilhe este Post