Elon Musk promete desbanir Donald Trump no Twitter

Handreza Hayran
3 Minutos de Leitura
elon musk

Elon Musk continua falando sobre o que fará quando o negócio de compra do Twitter por US$ 44 bilhões for fechado. Um dos itens da lista do empresário é o desbloqueio da conta do ex-presidente dos EUA Donald Trump.

Segundo Musk, o bloqueio de Trump causou muito mais danos ao próprio serviço, bem como a um conceito tão efêmero como “liberdade de expressão”.

Acho que essas proibições prejudicam fundamentalmente a credibilidade do Twitter como um fórum para que todos possam opinar. Deixe essa punição para contas que são bots ou contas de spam, disse Musk.

Quanto a Trump, ele agora fala sobre Truth Social, como grande parte da direita nos EUA. Sua proibição no Twitter não silenciou a voz de Trump.

O próprio Donald Trump já afirmou que não voltará ao Twitter, mesmo que seja desbanido por lá. Mas esse gesto é mais importante para o próprio Musk.

Compra do Twitter por Elon Musk

O conselho de administração do Twitter anunciou que aceitou a oferta de Elon Musk para comprar a plataforma social. Como parte do acordo, Musk deve pagar US$ 54,20 por ação para transferi-la para mãos privadas, elevando o total para US$ 44 bilhões.

Em comunicado oficial, o Twitter disse que Musk pagará US$ 21 bilhões e já concordou em receber US$ 25,5 bilhões em “financiamento de margem”, dos quais US$ 13 bilhões são dívidas financeiras garantidas por ativos do próprio Twitter e outros US$ 12,5 bilhões de vários bancos em um empréstimo com penhor de ações da Tesla.

O negócio está planejado para ser fechado até o final de 2022. Depois disso, o Twitter se tornará uma empresa completamente privada e reportará apenas a Elon Musk.

Embora Musk diga que vê um grande potencial no Twitter e pretende transformar a rede social em uma plataforma global de liberdade de expressão, o que se entende por liberdade de expressão no entendimento de Musk não é claro.

Em 2021, a receita do Twitter foi de US$ 5,08 bilhões, mas o lucro não ultrapassou US$ 1 bilhão. É duvidoso que Musk espere que o Twitter seja uma de suas principais fontes de renda, mas, se usado como plataforma de mídia global, pode contribuir para lucros significativos de outros projetos do bilionário.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.