Adalia Rose, youtuber com “síndrome de Benjamin Button”, morre aos 15 anos

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
Adalia Rose

Adalia Rose Williams, conhecida mundialmente por seus vídeos no YouTube, faleceu na última quarta-feira aos 15 anos de idade no Texas.

A jovem sofria da síndrome de Hutchinson-Gilford, o estado mais grave da progeria, mais conhecida como síndrome de “Benjamin Button”, pelo filme estrelado por Brad Pitt em 2008.

Essa rara condição genética, que afeta menos de 500 crianças em todo o mundo, causa envelhecimento acelerado dos órgãos e tecidos do corpo.

Sabe-se que as crianças que sofrem deste transtorno tem uma expectativa de vida que não ultrapassa os 20 anos e que, em média, é fixada em 13.

O anúncio da sua morte foi publicado nas suas redes sociais pela família, que lhe prestou homenagens.

Adalia no Youtube

Com mais de 70 milhões de visitas e mais de 2,9 milhões de seguidores em seu canal no YouTube, Adalia fez com que jovens e idosos se apaixonassem por sua personalidade extrovertida e por não se deixar vencer apesar de sua doença a fazer sofrer afetando seus diferentes órgãos e tecidos do corpo.

Em seus vídeos, Adalia dançava, cantava, brincava com o padrasto Brian e preparava tutoriais de beleza.

Ela sempre se considerou “uma diva, porque sempre consegue o que quer”, declarou sua mãe Natalia Pallante a um meio de comunicação.

O curioso caso de Benjamin Button

A doença sofrida por Adalia Rose ganhou relevância após o filme de David Fincher “O Curioso Caso de Benjamin Button”, estrelado por Brad Pitt, e onde é contada a história de um homem que nasce com o corpo de uma pessoa de 80 anos e que com o passar do tempo vai rejuvenescendo.

O filme foi baseado na obra do autor americano F. Scott Fitzgerald, quando seu livro “O Curioso Caso de Benjamin Button” foi publicado pela primeira vez na revista Collier’s em 27 de maio de 1922.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.