O impacto de Raymond Briggs na cultura popular

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
Raymond Briggs

O autor e cartunista britânico Raymond Briggs, conhecido pelo livro infantil ilustrado “O Boneco de Neve” (1978), morreu esta quarta-feira aos 88 anos, informou sua família através da editora Penguin Random House.

O livro que o tornou famoso no Reino Unido, que contém apenas ilustrações, foi adaptado para a televisão e também é apresentado no palco como um musical de Natal.

Na adaptação para a televisão, “The Snowman” conta a história de um menino que acorda após uma forte nevasca e constrói um boneco de neve que magicamente ganha vida.

“Sabemos que os livros de Raymond foram amados e tocados por milhões de pessoas em todo o mundo, que ficarão tristes ao ouvir esta notícia”, diz um comunicado da família, acrescentando que Briggs viveu “uma vida rica e plena”.

Francesca Dow, gerente geral de livros infantis da Penguin Random House, que publicou os trabalhos de Briggs, disse que seus livros “são obras-primas pictóricas que abordam algumas das questões fundamentais do ser humano, abordando adultos e crianças.”

“O Boneco de Neve”, que vendeu mais de 5,5 milhões de cópias em todo o mundo, foi um livro ilustrado sem palavras para crianças que se tornou “um clássico”, acrescentou Dow, chamando o autor de um contador de histórias engraçado, observador brilhante, correto e generoso.

Nascido em Wimbledon, sul de Londres, em 1934, Briggs estudou na Wimbledon School of Art e na Slade School of Fine Art antes de se dedicar brevemente à pintura.

Depois de se tornar um ilustrador profissional, ele trabalhou e ensinou ilustração na Brighton College of Art.

Suas obras mais conhecidas foram publicadas entre 1973 e 1984.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.