Mozart morreu por não tomar sol?

Handreza Hayran
3 Minutos de Leitura

O compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart poderia ter vivido mais se tivesse se bronzeado mais, de acordo com um estudo publicado na revista Medical Problems of Performing Artists.

Mozart, o compositor mais reconhecido de todos os tempos, morreu em 5 de dezembro de 1791 em Viena quando tinha apenas 35 anos. Ao contrário de qualquer outro compositor na história da música, ele escreveu em todos os gêneros musicais de sua época e se destacou em todos eles.

Muito se especulou sobre sua morte, mas ele foi enterrado três dias após sua morte e uma autópsia nunca foi realizada. 

William Grant, um físico aposentado da NASA e o pesquisador Stefan Pilz diz ter encontrado uma possível explicação para as infecções frequentes sofridas pelo popular músico: ele tinha deficiência de vitamina D.

Esta vitamina é um nutriente essencial para a saúde óssea, ingerida em peixes como o salmão, e também ocorre naturalmente quando o corpo é exposto aos raios ultravioleta (UV-B) do sol. Mozart, que vivia em uma área bastante “escura” do norte da Áustria, e que também trabalhava à noite e dormia durante o dia, estava minimamente exposto ao sol.

Biografia de Mozart

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-91) foi um compositor austríaco que compôs música em vários gêneros, incluindo ópera. 

Suas composições mais famosas incluem:

  • Exsultate, Jubilate;
  • K 165 (1773);
  • As Bodas de Fígaro (1786);
  • Don Giovanni (1787);
  • A Flauta Mágica (1791);
  • Sinfonia de Júpiter (1788). 

No total, Mozart compôs mais de 600 peças musicais. Ele é considerado um dos melhores compositores da história da música ocidental.

Mozart era uma criança prodígio. Seu pai, um violinista talentoso, ensinou-lhe notas básicas. Mozart compôs sua primeira peça musical em 1761, aos cinco anos; Aos seis anos, ele atuou em duas cortes imperiais.

Em 1763, Mozart e sua irmã, Maria Anna (“Nannerl”), saíram em turnê. Por três anos, os irmãos viajaram pela Europa Ocidental, apresentando-se nas principais cidades como Munique, Augsburg, Paris e Londres.

Em Paris, Mozart publicou sua primeira peça musical e em Londres compôs sua primeira sinfonia.

Após a turnê concluída em 1766, Mozart foi morar em Viena, onde compôs um singspiel alemão ( Bastien und Bastienne ) e uma ópera italiana ( La feint semplice) . Em 1769, Mozart, de 13 anos, foi nomeado Konzertmeister honorário na corte de Salzburgo.

Apesar de sua fama, Mozart não foi um músico revolucionário. Ele raramente experimentava formas musicais e frequentemente reciclava formulações estruturais de sucesso em seu trabalho.

Compartilhe este Post
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.