princesa anne

Divórcio, infidelidade, Jogos Olímpicos: a incrível história da Princesa Anne – a filha da Rainha Elizabeth

A princesa Anne evitou seu próprio sequestro e participou das Olimpíadas. Conheça as histórias interessantes da vida da filha da Rainha Elizabeth, confirmando que ela com certeza é a mais legal da realeza.

A princesa Anne nasceu em 15 de agosto de 1950 e, na época de seu nascimento, era a segunda na linha de sucessão ao trono, depois de seu irmão mais velho, o príncipe Charles.

Fatos rápidos

  • ✅ – O nome completo da princesa é Anna Elizabeth Alice Louise.

1 – Ela tem o título de princesa real

Como filha de um monarca, Anna foi homenageada com o título de princesa desde o nascimento.

Em 1987, a Rainha concedeu-lhe o título adicional de Princesa Real. A princesa Charlotte provavelmente receberá este título depois que o príncipe William se tornar rei.

Títulos da princesa Anne:

  • 1950 – 1952: Sua Alteza Real a Princesa Anne de Edimburgo;
  • 1952-1973: Sua Alteza Real, a Princesa Anne;
  • 1973 – 1987: Sua Alteza Real a Princesa Anne, Sra. Mark Phillips;
  • Desde 1987 – Sua Alteza Real, a Princesa Real.

Quando sua mãe se tornou rainha, ela se mudou para o 2º lugar na linha de sucessão. Hoje ela é a número 14 na linha de sucessão ao trono, pois em 2013, o palácio adotou alterações à política de sucessão.

2 – A princesa Anne está atualmente casada com Sir Timothy Lawrence

Lawrence é um vice-almirante britânico. O casamento ocorreu em uma cerimônia silenciosa em dezembro de 1992.

A princesa Anne foi casada anteriormente com o capitão Mark Phillips. Ela e Phillips têm dois filhos:

  • Peter Phillips,
  • Zara Tyndall.

Quando jovem, Peter viajou pela África do Sul com a equipe escocesa de rúgbi, depois trabalhou no ramo de esportes motorizados e hoje, dirige uma agência de entretenimento esportivo.

E Zara, de 39 anos, além de sua carreira esportiva em esportes equestres, treina cavalos e é a patrocinadora do evento Magic Millions na Austrália.

Anna também tem quatro netos.

3 – Princesa Anne competiu nos Jogos Olímpicos

Em 1976, ela competiu nos Jogos Olímpicos em um dos cavalos de sua mãe e agora é presidente da Associação Olímpica Britânica e membro do Comitê Olímpico Internacional.

De acordo com o site da família real, “A princesa também competiu em vários campeonatos europeus de três dias, ganhando a medalha de ouro individual em 1971 e a medalha de prata nas provas individuais e por equipes em 1975”.

O cavalo que a princesa montou nas Olimpíadas, Goodwill, era propriedade de sua mãe, a Rainha Elizabeth.

4 – Em 1975, Anne se livrou de um sequestro

Um dia, a princesa estava voltando para casa de uma noite de caridade, quando de repente um Ford Escort bloqueou seu caminho.

Um homem armado saltou do carro e abriu fogo, ferindo o guarda-costas, o motorista e o jornalista que acompanhava Anna (todas as vítimas sobreviveram).

A princesa tinha uma coisa a fazer: salvar-se. O sequestrador ordenou que ela saísse do carro e exigiu dois milhões de libras como resgate. Ao que Anna declarou de forma casual e decisiva: “O que mais! Eu não tenho dois milhões de libras.”

Em 1980 em um dos programas de entrevistas da TV, com seu sorriso sombrio característico ela contou:

“Ele disse que eu deveria ir com ele, não me lembro quais eram seus argumentos”, brincou Anna, fazendo a plateia rir. Respondi-lhe: acho que não quero ir com você, mas obrigado pela oferta. Fui extremamente educada, porque ser rude é estupidez.”

5 – O Presidente da Zâmbia nomeou a princesa Anne para o Prêmio Nobel da Paz

Em 1990, a princesa Anne estava entre os nomeados para o Prêmio Nobel da Paz por sugestão do presidente da Zâmbia, Kenneth Kaunda.

Anne foi indicada por seu trabalho com Save the Children, que defende os direitos das crianças em todo o mundo. De 1970 a 2017, a princesa chefiou a fundação.

6 – Anna desistiu de títulos para seus filhos

à esquerda – com seu filho mais velho Peter, à direita – com sua filha Zara.

O príncipe Harry e Meghan Markle decidiram não dar a seu filho Archie Mountbatten-Windsor qualquer título oficial real. Por quê? Para que ele possa viver uma vida normal.

E eles tinham um bom exemplo diante de seus olhos: a princesa Anne e seu primeiro marido, Mark Phillips, também recusaram títulos para filhos.

“Suponho que será mais fácil para eles. Os títulos têm suas desvantagens, com certeza muitos concordarão comigo ”, disse ela em entrevista à Vanity Fair.

7 – Sua primeira viagem ao exterior foi com 4 anos de idade

A primeira viagem da princesinha ao exterior aconteceu em 1954, aos 4 anos. Essa foi a primeira viagem da garota ao exterior.

Os fãs se lembraram especialmente da foto dos herdeiros reais, que, de mãos dadas, descem as escadas no dia em que chegaram a Malta.

8 – A princesa Anne fala 2 idiomas – inglês e francês

Na escola, a princesa, como outros membros da realeza, estudou francês.

Tradicionalmente, os aristocratas britânicos estudam francês na escola. O francês se tornou a língua principal da aristocracia. Somente em meados do século 13 o inglês se tornou a língua oficial da corte.

9 – A princesa apareceu várias vezes na capa da revista Vogue

10 – Ela recebeu várias multas por excesso de velocidade

Quando ela tinha 20 anos, ela recebeu sua primeira multa por excesso de velocidade (depois foram mais quatro e ela perdeu a licença por um mês).

11 – Em 2020, Anna adquiriu títulos adicionais

Cada aniversário do monarca é acompanhado pela designação de novos postos militares.

Agora Anne pode ser parabenizada por adquirir o posto de Marechal e General do Ar. (por volta dos 70 anos).

Anne é capitão-geral da Marinha Real da Grã-Bretanha desde 10 de fevereiro de 2020.

A vida dessa mulher é impressionante. Uma mulher inteligente, trabalhadora, forte e corajosa. Resta-nos desejar força e saúde.

Divórcio, infidelidade, Jogos Olímpicos: a incrível história da Princesa Anne – a filha da Rainha Elizabeth via @focoefama
nv-author-image

Handreza Hayran

Handreza Hayran é editora do Foco e Fama. Acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos. Também é apaixonada por séries, música, cinema e tudo o que é tecnológico.