‘Juvenile Justice’: Que punição os perpetradores recebem? 

Iasmin Maciel 19/03/2022
Atualizado 19/03/2022 12:07
2 Minutos de Leitura
Juvenile Justice

‘Juvenile Justice’ é a nova série sul-coreana da Netflix. Nela, Sim Eun-seok é uma juíza que possui uma certa antipatia por jovens, principalmente os infratores.  

Eun-seok é remanejada para a justiça de menores, que usa esse espaço para ser severa com os infratores, mas esse novo contato com esses jovens faz com que a juíza perceba que em alguns casos, esses jovens precisam de uma maior oportunidade. 

O caso de estupro coletivo retorna para a promotoria 

Em um dos casos, Kang Seon-A, de 17 anos, é encontrada em um canteiro de obras. A jovem revela que foi vítima de um estupro coletivo, lembrando haver 3 pessoas.

Com o recolhimento do DNA, a polícia consegue identificar dois estupradores, So Dong-gyun e Ooo Gyeong-su, que após a prisão confessam o crime.

Mas tarde, Seon-A começa a recordar a presença de uma quarta pessoa, que depois é revelado ser Baek Do-hyeon. Os três jovens junto com Hwang In-jun são menores de idade e o caso se torna em proteção juvenil.  

A juíza Sim Eun-seok faz de tudo para levar a juíza do caso tenha uma decisão acertada no caso. No fim, os quatro rapazes são considerados coautores do crime, assim o caso passa para a promotoria, que poderá abrir uma ação penal contra eles.  

Compartilhe este Post