“Secrets of Playboy”: o inferno vivido na mansão de Hugh Hefner começou a vir à tona

Handreza Hayran
3 Minutos de Leitura
secrets of playboy
Imagem: Divulgação

Esta semana foi lançado nos Estados Unidos o documentário “Secrets of Playboy” uma obra audiovisual que fala sobre os excessos e abusos que as mulheres sofreram na mansão de Hugh Hefner.

É uma produção da A&E composta por dez partes, em que pouco a pouco vão sendo revelados detalhes desconhecidos daquela mítica mansão que muitos consideravam um sonho, mas na realidade guardava vários segredos obscuros no seu interior.

O objetivo desta produção é mostrar as consequências por trás do império Playboy, por meio de material e entrevistas exclusivas nas quais tornarão público tudo o que as coelhinhas vivenciaram durante sua permanência na mansão.

Algumas das pessoas que fazem parte deste documentário são:

  • Holly Madison;
  • Bridget Marquardt;
  • Sondra Theodore.

Sondra Theodore e a playmate Miki Garcia também decidiram compartilhar sua história neste documentário e, como outras mulheres entrevistadas, concordam que Hefner não era o homem que se apresentava à mídia.

O que aconteceu no primeiro capítulo?

No primeiro episódio, PJ Masten contou que Hefner tinha fitas de sexo de mulheres como garantia para mantê-las ao seu lado; Ao que sua ex-namorada, Sondra Theodore, acrescentou: “A questão é que ele tinha fitas de todos“.

Por outro lado, Stefan Tetenbaum, ex-segurança de Hefner , garantiu que não tinha apenas vídeos de natureza sexual. 

“Todo lugar (na mansão) tinha microfones e câmeras pequenas… tínhamos que ter muito cuidado porque sabíamos que estávamos sendo monitorados.”

Mas o que aconteceu com essas imagens? 

Sua secretária executiva, Mary O’Connor, tinha instruções específicas para destruir todos os vídeos. Lisa Loving Barrett, ex-assistente executiva de Hefner, garantiu no documentário que as fitas foram colocadas em um barril e jogadas ao mar, e o paradeiro dos referidos arquivos audiovisuais ainda é desconhecido.

Noite dos porcos

Outras revelações mostradas no documentário “Secrets of Playboy”  tem a ver com as “Noites dos Porcos”. Onde todas as quintas-feiras à noite eram realizadas festas com prostitutas que eram levadas de Sunset Boulevard.

De acordo com Tetenbaum, após serem levadas para a mansão, elas eram examinadas por um médico, que determinava se estavam bem de saúde. Quem “passava nesse teste” acabava fazendo sexo com os milionários convidados para essas festas.

Este projeto também detalhará vários eventos trágicos que ocorreram durante os anos de maior sucesso da franquia Playboy, incluindo a morte por overdose de Adrienne Pollack em 1973, o suicídio da assistente de Hefner, Bobbie Arnstein , em 1975, e o assassinato da colega Dorothy Stratten nas mãos de seu marido Paul Snider em 1980.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.