Netflix: Não perca estes 21 Documentários Sobre Crimes Reais

Handreza Hayran 09/03/2022
Atualizado 15/06/2022 16:01
14 Minutos de Leitura
Out of Thin Air

Formatos de crimes reais não estão apenas desfrutando de crescente popularidade entre os fãs de thrillers de crime.

Histórias verdadeiras sobre crimes misteriosos, às vezes até não resolvidos, podem roubar seu sono e capturar sua atenção mais que qualquer suspense.

Reunimos uma lista dos melhores documentários de crimes reais que você pode assistir atualmente na Netflix.

Mesmo que você não seja um grande fã de documentários, com certeza vai devorar essas séries!

1 – The Keepers

Quem matou a irmã Cathy Cesnik? O novo documentário da Netflix “The Keepers” explora essa questão.

Não apenas religião, mas também abuso, assassinato e segredos de família desempenham um papel importante neste caso misterioso.

Em novembro de 1969, Cesnik, a professora de uma escola para meninas na cidade arquicatólica de Baltimore, desapareceu sem deixar rastro.

Apenas dois meses depois, os policiais encontraram seu corpo em um lixão próximo.

Quando ex-alunos lembraram em 1990 que o padre Joseph Maskell os estuprou, o caso se tornou um escândalo. Irmã Cathy morreu porque os alunos confiaram nela e os abusos ameaçaram se tornar públicos.

2 – Amanda Knox (2016)

A americana Amanda Marie Knox foi inocentemente presa por anos. Ela ficou conhecida como o “anjo dos olhos de gelo”.

Ela foi condenada e libertada da prisão duas vezes pelo assassinato de Meredith Kercher.

Em novembro de 2007, Knox supostamente roubou e matou a estudante de intercâmbio britânica junto com seu então namorado. Depois de ser condenada em 2009, Knox foi absolvida em 3 de outubro de 2011.

O julgamento foi retomado em 2014, e o tribunal condenou a jovem de 26 anos a mais de 28 anos de prisão antes de ser finalmente absolvida em março de 2015.

O emocionante documentário não só permite que os envolvidos tenham a sua opinião, mas também a próprio Knox.

3 – Audrie & Daisy

Os fãs da série Dead Girls Don’t Lie devem definitivamente sintonizar aqui!

Essa série conta a história de duas adolescentes, Audrie e Daisy, que foram vítimas de violência sexual e cyberbullying.

Audrey, de 15 anos, tira a própria vida depois de encontrar fotos do crime online.

O documentário extremamente emocionante que lança mais luz sobre a história das vítimas, dos agressores e seus familiares.

4 – Making A Murderer

O caso Steven Avery ainda divide seus telespectadores até hoje: depois de já ter passado 18 anos na prisão por estupro, a inocência do pai de família foi comprovada em 2003.

O documentário de dez partes da Netflix começa com esse suposto final feliz. Mas então a história se torna extremamente complexa e emocionante ao mesmo tempo: depois de dois anos em liberdade, Avery é preso novamente, desta vez pelo assassinato de Theresa Halbach, de 25 anos.

Mas desta vez, muitos duvidam de sua culpa desde o início e suspeitam do envolvimento do Departamento de Polícia do Condado de Manitowoc, que teria retido provas e detalhes importantes.

5 – Out of Thin Air

O documentário “Out of Thin Air” lança luz sobre um dos maiores casos criminais da história da Islândia: em 1974, dois jovens desapareceram.

Depois que a polícia islandesa tentou desesperadamente descobrir o caso, seis jovens confessaram o duplo assassinato.

Após a confissão, no entanto, eles não conseguiam mais se lembrar do curso exato dos acontecimentos. O documentário mostra que tais declarações nem sempre são confiáveis.

6 – Gênio Diabólico

Gênio Diabólico é um documentário da Netflix em quatro partes que segue a morte do entregador de pizza Brian Wells.

Você deve estar preparado para o fato de que a cena em que a bomba com Wells detona está contida várias vezes no documentário.

O documentário trata de um assalto a banco real no qual Wells desempenha um papel. O assalto ao banco ocorreu em 28 de agosto de 2003 e tinha um plano insano.

No entanto, as circunstâncias exatas provavelmente nunca serão esclarecidas, pois os envolvidos levaram seus segredos para o túmulo.

8 – O Monstro ao Lado

O cidadão americano John Demjanjuk é acusado de ser “Ivan, o Terrível”, um guarda de um campo de prisioneiros nazista alemão.

Isso deu início a um grande julgamento contra um crime de guerra nazista, com a presença de muitos sobreviventes do Holocausto, além de sua esposa e filhos.

O documentário apresenta cenas de seu primeiro julgamento e várias entrevistas com diferentes pessoas do julgamento. Até hoje não se sabe se “Ivan, o Terrível” e John Demjanjuk são a mesma pessoa.

9 – The Staircase

O documentário trata do caso do escritor Michael Peterson, que teria matado sua esposa Kathleen Peterson.

Em dezembro de 2001, ele liga para o número de emergência à noite. Sua esposa caiu da escada. Quando eles chegam, eles encontram Kathleen deitada em uma poça de sangue no topo da escada.

Logo os funcionários suspeitam de Michael. Inicia-se um longo processo, que é acompanhado pelo filme documentário, até o veredito em 2003.

10 – Atleta A

“Atleta A” lida com o maior escândalo de abuso na ginástica profissional, que também incentiva as vítimas de abuso a falar sobre experiências semelhantes e responsabilizar os responsáveis.

Maggie Nichols foi a primeira a falar sobre sua experiência com o preparador físico Nassar. Até agora, cerca de 250 meninas e mulheres testemunharam contra o treinador, que atualmente cumpre sua sentença de 100 anos.

11 – Conversando com um serial killer: Ted Bundy

Em 1989, o assassino em série e estuprador Ted Bundy foi executado. No documentário, a Netflix apresenta gravações de áudio inéditas de entrevistas feitas durante seu tempo no corredor da morte.

Entre 1974 e 1978, ele assassinou pelo menos 30 mulheres e meninas. A mais nova tinha apenas 12 anos.

Ele só foi pego porque os policiais encontraram objetos suspeitos em seu carro quando o pararam por excesso de velocidade e cruzamento de sinais de trânsito. Foi só mais tarde que os assassinatos individuais puderam ser comprovados.

12 – Cenas de um Homicídio: Uma Família Vizinha

À 1 da manhã, Shanann foi levada para casa por um amigo. Essa foi a última vez que eles se viram. Mais tarde naquele dia, sua amiga relata que ela e suas duas filhas estavam desaparecidas, pois Shanann perdeu algumas reuniões.

O documentário, Cenas de um Homicídio: Uma Família Vizinha, discute o caso por meio de imagens de arquivo, registros do governo, postagens nas redes sociais e vídeos caseiros.

13 – O Estripador

Eles pensaram que ele nunca seria pego, o Estripador de Yorkshire. No início, eram “apenas” as prostitutas que eram vítimas do serial killer.

Os assassinatos não atraíram muita atenção do público e as mulheres foram informadas de que estavam seguras desde que não fossem prostitutas.

Mas então houve uma nova vítima. Uma jovem que não era uma prostituta.

Os assassinatos, que lembram muito o serial killer Jack, o Estripador, mantiveram a polícia britânica em alerta na década de 1970.

O documentário trata explicitamente dos erros cometidos pela polícia na época, que as mulheres não levaram a sério e culparam até certo ponto as vítimas.

14 – Sobrevi a R. Kelly

O documentário cobre as alegações feitas contra Robert Kelly que levaram à sua condenação em 2021.

Depois que o documentário foi ao ar, não apenas sua gravadora encerrou sua colaboração com R. Kelly, mas vários cantores, incluindo Lady Gaga, decidiram remover músicas colaborativas de sites de streaming.

15 – Grégory

O documentário “Grégory” traz uma pergunta que até hoje não foi respondida. Em 16 de outubro de 1984, o menino de quatro anos jogava em frente à casa de seus pais. Poucas horas depois, ele é encontrado afogado e amarrado boiando no rio.

A família recebeu suas primeiras ameaças por telefone e correio já em 1981 em vingança por algo que a mãe de Grégory teria feito.

Após a morte, a família recebeu uma carta anônima dizendo que ele havia se vingado. Mais assassinatos seguem durante a investigação. Entre outras coisas, o pai de Grégory atira em seu primo, que foi brevemente confundido com o assassino.

16 – O Desaparecimento de Birgit Meier

No verão de 1989, Brigit Meier desapareceu sem deixar rastro. O caso é inicialmente ofuscado pela falha da polícia. ‘O Desaparecimento de Birgit Meier’ mostra o irmão de Birgit que não pode deixar passar e quer descobrir a verdade.

17 – O Golpista do Tinder

O documentário conta a história de um golpe de romance. O golpista Simon Leviev usou o aplicativo Tinder para encontrar suas vítimas. Mulheres com quem ele às vezes entrava em um relacionamento romântico.

Ele as convidava para hotéis caros ou voava com elas em um jato particular. Ele mostrava-lhes uma vida de luxo.

Mas então ele pedia dinheiro a elas. Simon montou um esquema no qual seu antigo “amor” financiava a vida de luxo que ele mostrava a sua nova paixão.

18 – Shiny Flakes: Drogas Online

O documentário aborda os eventos que formaram a base da série da Netflix ‘Como vender drogas online (rápido)’.

Maximilian Schmidt, de 26 anos, conta como, aos 19 anos, vendeu drogas no valor de cerca de 4,1 milhões de euros do seu quarto.

Os cineastas tiveram seu quarto de infância construído na escala 1:1. Schmidt voltou a isso para as filmagens e mostrou como ele fez isso naquela época e conseguiu vender mais de uma tonelada de drogas através da Internet.

19 – O Caso Gabriel Fernandez

“O Caso Gabriel Fernandez” conta a triste história de um menino de 8 anos que foi torturado e abusado por sua mãe e seu parceiro durante meses.

Quando sua mãe decidiu ligar para o 911 depois de encontrá-lo inconsciente no apartamento, o casal foi preso.

Os paramédicos encontraram o menino com ferimentos graves, dos quais ele morreu no hospital dois dias depois.

O documentário aborda os vários eventos que aconteceram antes e depois do assassinato.

Além disso, também são abordadas as deficiências do sistema social nos EUA, que deveria prevenir tais casos e proteger as crianças em situação de risco.

20 – A Mente do Assassino: Aaron Hernandez

Aaron Hernandez era um jogador de futebol americano contratado por US$ 40 milhões. Ele foi preso por suspeita de assassinato e depois condenado à prisão perpétua.

Em 2017, dois anos depois de entrar na prisão, ele foi encontrado enforcado em sua cela. Em exame posterior, descobriu-se que ele sofria de CTE avançado.

No documentário, amigos, ex-companheiros de equipe, advogados e jornalistas discutem sua vida.

21 – Arquivos de um Serial Killer

Dennis Nilsen matou 15 pessoas em 5 anos e tentou mais 5 assassinatos. Apesar das muitas vítimas, apenas 6 assassinatos e 2 tentativas de homicídio puderam ser comprovados.

Ele convidava jovens para sua casa e depois os matava lá, apenas para se contentar com seus cadáveres.

O documentário “Arquivos de um Serial Killer” inclui gravações de áudio que Nilsen gravou durante seu tempo na prisão.

Compartilhe este Post