Screenshot

“O Legado de Júpiter”: 6 diferenças entre a série e os quadrinhos

Desde sua estreia em 7 de maio de 2021, “O Legado de Júpiter”(“ Júpiter’s Legacy ”em sua língua original), série de super-heróis baseada nos quadrinhos homônimos de Mark Millar e Frank Quitely, posicionou-se no Top 10 das produções mais populares da Netflix, apesar de não ter o respaldo da crítica especializada.

Além do apoio ou desaprovação do público, a ficção desenvolvida primeiro por Steven S. DeKnight e depois por Sang Kyu Kim, respeita os principais pontos do quadrinho, mas também inclui algumas mudanças importantes.

O site Screen Rant compartilhou uma lista com as principais diferenças entre os quadrinhos e a série “Legado de Júpiter”.

1. A misteriosa ilha das superpotências

Enquanto nos quadrinhos a origem da União da Justiça na ilha misteriosa é breve, na série de Netflix é mostrado em sete dos oito episódios, o que significa que o último incluiu detalhes adicionais, como as visões de Sheldon de seu pai, a explicação de como todos os diferentes membros se juntaram e a peregrinação de Sheldon à Fazenda Miller, além das provações que os seis personagens enfrentaram para se tornar Super-heróis.

Até a natureza exata dos habitantes da ilha é diferente. Nos quadrinhos, eles aparecem como seres altos de pele verde que mais tarde são explicitamente chamados de alienígenas, embora não revelem seus motivos exatos para presentear humanos com superpoderes. 

Enquanto isso, na série eles são apresentados em formas humanas, especificamente como as pessoas que Sheldon, Walt, Fitz, Grace, Richard e George mais querem ver, mas também, eles são transportados para um planeta alienígena.

2. Brando mata seu pai

Esta é a maior e mais importante mudança de “O Legado de Júpiter”. A pressão para viver de acordo com os ideais de seu pai faz com que Brandon se torne um desastre completo e incapaz de empatia.

Não demorou muito para Brandon cair na manipulação de seu tio Walt e se tornar um vilão. 

O filho de Sheldon se junta a um plano que visa acabar com os super-heróis antigos e transformar a América em uma distopia fascista onde os super-heróis tomam todas as decisões. 

Em meio a esta guerra civil, ele não hesita em matar seu pai enfraquecido com sua visão de laser. Isso poderia acontecer na segunda temporada?

3. Grace também morre

Antes de matar Sheldon/Utopian, Walter e o resto dos super-heróis rebeldes emboscam Grace e enquanto Brainwave usa seus poderes para se fazer acreditar que está vencendo a luta, no mundo real eles a perfuram com várias flechas e outras armas. Quando a mãe de Brandon está à beira da morte, Brainwave a tira de sua fantasia e causa um aneurisma.

Nos quadrinhos, Grace não é um personagem importante ao contrário do que acontece na série, então isso provavelmente não vai acontecer ou pelo menos não termina na morte de Lady Liberty.

4. O código Utópico

O código que Utópico defende veementemente estabelece que os supervilões não devem ser mortos, mas levados à justiça, e também estabelece regras contra abusos de poder, como intromissão na política. Só a última parte é mais relevante nos quadrinhos.

5. O filho de Hutch e Chloe

Quando a história em quadrinhos começa, Hutch e Chloe já têm um relacionamento secreto e após a overdose que a leva ao hospital, a filha de Sheldon descobre que está grávida. 

Depois de um salto no tempo, o casal assume novas identidades e tem um filho, Jason, que tem superpoderes, mas aprendeu a escondê-los. Embora ele eventualmente os use para ajudar as pessoas, o que chama a atenção de Walt e Brandon.

6. O clone de Estrela Negra

O clone de Estrela Negra só aparece na série Netflix, como nos quadrinhos “Legacy of Jupiter“, Sheldon/Utopian não tem problemas em derrotá-lo e trazê-lo de volta à Supermax. 

Ele nem mesmo precisa da ajuda de seu filho Brandon, apenas de seu irmão Walt, que enreda o vilão em uma fantasia enquanto o resto o espanca.

Screenshot

Autor(a): Handreza Hayran

Handreza Hayran é editora do Foco e Fama e autoproclamada especialista das curiosidades obscuras da cultura pop.

Assassin’s Creed: atualizações sobre anime da Netflix

Enola Holmes

A Netflix anunciou oficialmente a segunda parte de “Enola Holmes”