D4BNTIXSWFH37NQM747F635JRU

“O Legado de Júpiter”: explicação do fim da série da Netflix

Baseado nos quadrinhos homônimos de Mark Millar e Frank Quitely, “O Legado de Jupiter” (“Jupiter’s Legacy” em seu idioma original) é uma série da Netflix criada por Steven S. DeKnight que conta a história da primeira geração de super-heróis do mundo e seus filhos lutando para viver de acordo com os feitos lendários de seus pais.

Sheldon Sampson, mais conhecido como ‘utópico’, é o líder de um pacto de super-heróis chamado União da Justiça e embora não tenha conseguido que sua filha Chloe seguisse seu caminho, ele tenta fazer com que seu filho Brandon preserve seus ideais.

Enquanto Chloe não quer ter nada a ver com superpotências, Sheldon luta para seguir os passos de seu pai e sua mãe, que acreditam em um governo liberal e corretivo ao invés de fazer justiça com as próprias mãos. No entanto, quando seus amigos são mortos pelo clone do supervilão Estrela Negra, ele não hesita em assassiná-lo.

Ao mesmo tempo, “Legado de Júpiter” mostra o que aconteceu com a família Sampson e sua indústria de ferro durante a Grande Depressão de 1929.

Após o suicídio de seu pai, Sheldon começa a ter alucinações e fica obcecado em encontrar um moinho de vento, e gradualmente se aproxima do nascimento da União da Justiça.

O QUE ACONTECEU NO FINAL DO “LEGADO DE JÚPITER”?

Hutch e sua turma realizam uma encomenda para Big Man, posteriormente, é revelado que esse personagem é filho de George, que em algum momento da história traiu Sheldon e o resto do grupo. Os filhos deste último se encontram no meio de um acidente e começam um relacionamento.

No último capítulo de “Legado de Júpiter”, a cela de Blackstar se abre e Walter fica preso dentro do cérebro do clone. Grace traz Raikou para manter a “porta” aberta e Brandon tenta confortar seu pai. Eles falam sobre código e como, ao quebrá-lo, Skyfox se tornou seu pior inimigo.

Mais tarde, o filho de George mostra que a super arma que poderia perfurar o ser mais forte do planeta está pronta.

Na prisão, Blackstar ameaça matar Brandon, então Sheldon deve decidir entre salvar seu filho ou permanecer fiel aos códigos. No entanto, graças à intervenção de Petra, não precisa escolher.

Na mente do clone, George aparece como Skyfox e eles começam a lutar. Como último recurso, Grace entra em sua mente e ajuda Walter, mas com uma mensagem para o resto: visões de Sheldon e Brandon mortos com Skyfox em pé sobre eles.

No final da primeira temporada da série Netflix, Raikou descobre que Walter é quem está por trás de tudo, foi ele quem clonou Blackstar e culpou Skyfox. Mas quando Raikou pede mais dinheiro pelo seu silêncio, ele simplesmente mata sua filha.

O QUE SIGNIFICA O FIM DO “LEGADO DE JÚPITER”?

Depois dessa reviravolta na trama, é inevitável pensar em uma segunda temporada de “O Legado de Júpiter“, onde as seguintes questões são abordadas:

  • Será que Hutch conseguirá encontrar seu pai? 
  • Chloe vai se reconciliar com seu pai e sua herança heróica? 
  • O relacionamento de Hutch e Chloe funcionará? 
  • Sheldon descobrirá a verdade sobre seu irmão? 
  • O que Grace fará depois de ter a visão de seu marido e filho mortos? 
  • Sheldon realmente desistiria do código para seu filho? 
  • O que vai acontecer com a União da Justiça? 
  • Sheldon perderá seu filho para seu irmão?

Embora a Netflix não tenha confirmado uma segunda temporada até agora, Mark Millar falou sobre isso para a publicação escocesa Herald Scotland:

A segunda temporada depende do público. Tudo o que vejo é que estamos otimistas.

D4BNTIXSWFH37NQM747F635JRU

Autor(a): Marcel Souza

Marcel Souza é o criador e gerente de uma cadeia de websites na Epiks Inc. Ouvinte assíduo de podcasts a mais de 5 anos e entusiasta da Cultura Pop, resolveu gastar suas energias criando o Foco e Fama e parar de xingar seus atores preferidos quando fazem más escolhas.

Toomas Leius

Como o melhor jogador de tênis soviético se tornou um assassino

o inocente

O Inocente: a história que inspirou a série da Netflix