‘Tokyo Vice’: série da HBO Max sobre a máfia japonesa Yakuza

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura
tokyo vice

A série é baseada em fatos reais e conta a história de um jovem jornalista americano, que é enviado ao Japão para escrever sobre os crimes do país.

Tokyo Vice, uma das séries mais promissoras da HBO Max em 2022, estreia em abril e a plataforma de streaming publicou o primeiro trailer e imagens do thriller estrelado por Ansel Elgort e Ken Watanabe.

A série é baseada em fatos reais e conta a história de um jovem jornalista americano, Jake Adelstein (Ansel Egort), que é enviado ao Japão para acompanhar as atividades da Polícia Metropolitana de Tóquio e escrever sobre os crimes do país.

No entanto, ele acaba descobrindo informações perigosas sobre o esquadrão Vice e a máfia japonesa Yakuza, uma das mais perigosas da história. A partir de então, ele começa a receber ameaças de morte e a ver que sua vida está em jogo.

O jornalista entrou em contato direto com o Japão mais corrupto e também com várias organizações criminosas e seus líderes.

Além disso, ele esteve envolvido em uma investigação detalhada sobre o yakuza Tadamasa Goto, que lhe trouxe ameaças de morte.

Quando estreia Tokyo Vice?

Tokyo Vice é uma série criada e escrita por JT Rogers, e o episódio piloto foi dirigido por Michaell Mann, mais conhecido pelas séries Miami Vice e Heat. A série estreia na HBO Max em 7 de abril.

Mais sobre os yakuzas

Entre as tarefas ou atividades realizadas pela yakuza encontramos que esta máfia abrange desde o tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, tráfico de armas, indústria do sexo, corrupção nos setores mencionados e especulação imobiliária.

No ano de 2009, estimou-se que havia 86.000 pessoas na Yakuza e até 2021 o número caiu para menos de 10.000, segundo o jornal francês Les Echos.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.