Papa Francisco nomeia uma mulher pela primeira vez como a “número dois” do Vaticano

Handreza Hayran
2 Minutos de Leitura

Raffaella Petrini, 52, é a nova Secretária Geral do Governador do Estado da Cidade do Vaticano, e assim torna-se a primeira vez que uma mulher ocupa este cargo.

Quem é Raffaella Petrini

Petrini nasceu em Roma em 15 de janeiro de 1969 e pertence à Congregação das Irmãs Franciscanas da Eucaristia.

É licenciada em Ciências Políticas pela Universidade Internacional Livre de Guido Carli, bem como doutorada pela Pontifícia Universidade de San Tommaso d’Aquino, onde atualmente é professora de Economia do Bem-Estar e Sociologia dos Processos Econômicos.

A italiana Raffaella Petrini, freira franciscana de 52 anos, será a responsável pela gestão administrativa, pelos museus do Vaticano, pelos correios e pela polícia.

O jornal digital norte-americano The National Catholic Reporter indicou que essa posição no Vaticano era tradicionalmente ocupada por bispos.

Mais mulheres são eleitas para cargos na igreja

Em janeiro, o Papa Francisco, de 84 anos, mudou a lei para permitir que as mulheres leiam a Bíblia na missa, deem a comunhão e ajudem no altar durante a liturgia.

Um mês depois, o Papa Francisco nomeou a freira francesa Nathalie Becquart subsecretária do sínodo dos bispos, tornando-se de fato a primeira mulher na história a ter direito de voto neste tipo de reuniões (que abordam os principais temas da doutrina da Igreja).

O Papa Francisco nomeou em agosto de 2020 seis mulheres, incluindo a ex-tesoureira do príncipe Charles da Grã-Bretanha, no conselho que supervisiona as finanças do Vaticano.

As nomeações feitas pelo Papa Francisco em um dos escritórios mais importantes da Santa Sé são uma nova iniciativa para cumprir as promessas de melhorar o equilíbrio de gênero que ele fez anos atrás, embora grupos de mulheres tenham se queixado da lentidão em fazer as mudanças.

Escrito por Handreza Hayran
Nascida e criada em Petrolina-PE, Handreza Hayran é co-fundadora e editora do Foco e Fama. Formada em Computação pela UFRPE, ela também é fã de tecnologia, filmes e séries. Além disso, acredita que histórias bem contadas, são presentes incrivelmente valiosos.